Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Além de inglês, francês, espanhol e japonês, estudantes da rede Estadual no AM poderão sair do Ensino Médio falando alemão

Amazonas – Durante a abertura do ano letivo, que aconteceu no Centro de Educação de Tempo Integral (Ceti) João dos Santos Braga, bairro Nova Cidade, na zona norte de Manaus, o governador Wilson Lima anunciou a expansão do ensino bilíngue para mais de dez escolas da rede pública estadual já para o ano de 2024. As novas unidades bilíngues vão fortalecer a formação do estudante por meio do acesso e o aprendizado de outro idioma e culturas na capital e no interior.

O governador reforçou que atualmente a Secretaria de Estado de Educação e Desporto já conta com dez unidades de ensino bilíngue, inclusive no interior. “No município de Tabatinga nós temos uma escola bilíngue com português e espanhol, e estamos estudando levar esse modelo para outros municípios que estão na região de fronteira. Essa será uma avaliação da comunidade estudantil, dos pais e também dos professores”, disse.

Wilson Lima ressaltou que, dentro do planejamento que tem sido realizado pela Secretaria de Educação, está a de futuramente inserir o ensino bilingue português e alemão. A rede estadual conta atualmente com escolas com ensino em inglês, francês, espanhol e japonês.

De acordo com a secretária de Estado de Educação e Desporto, Kuka Chaves, a rede estadual também conta com uma escola bilíngue indígena, no distrito de Yauaretê, fronteira entre o Brasil e a Colômbia, em São Gabriel da Cachoeira (a 852 quilômetros de Manaus). “Temos uma escola bilíngue indígena em tucano e o trabalho que será feito é para que a gente possa, pelo menos, dobrar esse número de escolas”, ressaltou.

O Ceti João dos Santos Braga conta com o ensino bilíngue português-espanhol, tendo 969 estudantes matriculados dos Anos Finais do Ensino Fundamental (6° ao 9° ano) ao Ensino Médio. Entre eles, Dhuly Mota, que está na 2ª série do Ensino Médio e acredita que aprender outro idioma é uma oportunidade para o acesso às universidades fora do país.

“Tem sido uma experiência muito incrível, porque a gente não aprende só a língua, a gente aprende também sobre a cultura, sobre como usá-la no nosso dia a dia. Nós temos muita vontade de ir para faculdades no exterior, e muitas faculdades, às vezes, abrangem o inglês ou o espanhol. Aqui na escola nós temos a oportunidade de poder expandir, porque nós aprendemos tanto o inglês quanto o espanhol”.

Novo Ensino Médio

Ainda durante a abertura do ano letivo, o governador Wilson Lima lança a segunda etapa do Novo Ensino Médio (NEM). O Novo Ensino Médio entrou em vigor nas escolas brasileiras em 2022, para os alunos da 1ª série. Neste ano, os estudantes da 2ª série do Ensino Médio entram em uma nova fase, e a partir de agora também terão disciplinas focadas em projeto, tecnologias e outras habilidades.

Dessa forma, o aluno poderá estudar todos os conhecimentos imprescindíveis para a vida em sociedade e ainda sairá do Ensino Médio mais preparado para o mercado de trabalho. A previsão do Governo Federal é de que, até 2024, o novo formato de educação seja aplicado em todo o país.

Fonte: Portal Cm7