Connect with us

Sociedade

Alerta: “ameba que come cérebro” mata menina de 10 anos

Publicado

em

Texas – Uma menina de 10 anos morreu após contrair uma ameba conhecida como “comedora de cérebro humano” enquanto nadava em um rio, no Texas, nos Estados Unidos. A morte foi confirmada na segunda-feira (16) pela escola onde ela estudava, a Valley Mills, em sua página do Facebook. “Estamos profundamente entristecidos”.

Lily Mae Avant contraiu o protozoário Naegleria fowleri, que pode ser encontrado em água doce e morna, como lagos, rios, nascentes e piscinas aquecidas sem tratamento adequado. A ameba entra no organismo quando uma pessoa mergulha em local contaminado por ela e inala água pelo nariz.

Ela atinge o sistema nervoso central e provoca infecção no cérebro. Só causa infecção se inalada pelo nariz.

Naegleria fowleri causa meningoencefalite amebiana primária (MAP), doença aguda que leva à morte. Os sintomas se parecem com a meningite: febre, dor de cabeça, vômitos, intolerância à luz e ao barulho.

Lily começou a sentir sintomas, como dor de cabeça e febre, dois dias após nadar no rio. Em seguida, começou a agir de forma estranha e a se tornar incoerente, segundo o jornal britânico The Independent.

No hospital, os médicos confirmaram que ela tinha contraído a Naegleria fowleri. 

De acordo com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), do governo dos Estados Unidos, 34 infecções foram relatadas naquele país nos últimos 10 anos, de 2009 a 2018, o que demonstra que se trata de um fenômeno raro.

Mais da metade dos casos registrados no mundo ocorreram no Sul dos Estados Unidos.

A ameba resiste a altas temperaturas, suportando águas de até 45ºC. Para prevenir risco de contágio, recomenda-se não nadar em locais com água morna e parada e, caso entre na água, proteja o nariz.

Fonte: R7

Leia Mais

Amazonas

Amazonas Energia doa 500 cestas básicas a comunidades de Manaus

Publicado

em

O mundo enfrenta uma grande crise devido a pandemia causada pelo coronavírus (Covid-19), e esta situação trouxe dificuldades à muitas famílias, o que despertou nas pessoas o lado solidário de ajudar ao próximo, e foi pensando nisso que as Amazonas Energia criou o projeto “Energia Solidária”, que na manhã deste sábado (27), realizou a distribuição de 500 cestas básicas para cinco comunidades de Manaus.

O Energia Solidária é uma ação da Amazonas Energia que conta com a participação de colaboradores da Empresa, que também fizeram suas doações para auxiliar várias famílias e que estão passando necessidades por conta do enfrentamento a pandemia do coronavírus.

Os colaboradores se uniram na doação de alimentos e cestas, assim como na montagem dos kits. Nesta primeira ação de 2021, as comunidades contempladas no ‘Projeto Energia Solidária’ foram: Cidade das Luzes, Bairro Tarumã; Comunidade Fazendinha, Bairro Cidade de Deus; Comunidade Vila da Prata, Bairro Vila da Prata; Comunidade Grenville, Bairro da União; e Comunidade Puraquequara.

De acordo com o Diretor-Presidente da Amazonas Energia, Orsine Oliveira, esse é o início de uma série de ações sociais que a Amazonas Energia e seus colaboradores irão desenvolver neste ano de 2021. “Estamos enfrentando um momento difícil no combate ao avanço do coronavírus (Covid-19), no qual precisamos nos unir para ajudar quem realmente precisa, oferecendo ajuda humanitária às famílias amazonenses”, destacou.

Cerca de 50 colaboradores e suas famílias participaram desta ação, que contou com a participação da empresa North Tech como parceira nas entregas. As próximas ações devem contemplar outras comunidades de Manaus e do interior do Amazonas. O projeto ‘Energia Solidária’ tem como slogan: Mais que energia, distribuindo solidariedade para o Amazonas.

Fonte: D24am.

Leia Mais

Amazonas

Micro-ônibus colide com ônibus e motorista fica preso nas ferragens em acidente em Manaus

Publicado

em

Um micro-ônibus que levava funcionários de uma empresa do Polo Industrial de Manaus, colidiu com um ônibus da linha 621, na Avenida Buriti, no Distrito, na Zona Sul da capital. O acidente aconteceu por volta de 6h da manhã.

Segundo informações do Capitão Márcio Lima, do Corpo de Bombeiros, o condutor do micro-ônibus e um passageiro ficaram presos nas ferragens e precisaram ser resgatados pelos agentes.

Outras pessoas que também estavam no veículo ficaram feridas e foram encaminhadas para um hospital, por uma equipe da Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Ainda não se sabe o estado de saúde delas.

Com o acidente, o trânsito ficou lento na região e agentes do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) foram acionados para fazer a sinalização da área. Não há informações sobre as causas do acidente, que serão investigadas.

Leia Mais

Amazonas

Número de motoristas flagrados na Lei Seca cresce 63% no réveillon em Manaus

Publicado

em

No total, 85 motoristas foram flagrados em operação do Detran em Manaus.

Dados do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) indicam que o número de motoristas flagrados dirigindo alcoolizados no réveillon de 2021 em Manaus cresceu 63% em comparação com a virada do ano passado. A quantidade de penalizações também foi superior: quase quatro vezes mais que em 2020.

Segundo o diretor-presidente do Detran, a situação é ainda mais crítica porque neste ano ainda havia uma série de restrições em relação a festas e reuniões por causa do aumento dos casos de Covid-19.

No total, 85 motoristas foram flagrados pela Lei Seca. Destes, 62 testaram positivo no bafômetro e 23 se recusaram a realizar o teste.

Um motorista ainda foi autuado em flagrante pelo crime de embriaguez ao volante, que é quando o teor alcoólico aferido no teste supera os 0,34 mg/l. Ele foi conduzido ao 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP), na Cidade Nova, na Zona Norte de Manaus. Esse condutor ainda tentou atear fogo no veículo, mas foi contido pelos agentes.

Já em 2020, a Operação Réveillon flagrou 52 condutores na Lei Seca, sendo que três estavam embriagados.

Infrações

 

Nos cinco pontos da Operação Réveillon, os agentes emitiram 371 autos de infração. O número é quase quatro vezes maior que as autuações da virada de 2020. No ano passado foram 102 autos.

A maioria das infrações estava relacionada com licenciamento em atraso, o que gerou a remoção de 60 veículos, sendo 41 motocicletas.

Outros 33 condutores preferiram pagar o licenciamento em atraso direto na blitz e tiveram os veículos liberados.

A Operação Réveillon do Detran aconteceu em cinco pontos da cidade de Manaus: Avenidas Santos Dumont (Tarumã), Maneca Marques (Parque 10), Torres (Cidade Nova), Ephigênio Sales (Adrianópolis) e Mário Ipiranga (Parque 10).

Leia Mais

Mais lidas