Connect with us

Amazonas

Amazonino espalha cabos eleitorais da maldade por bairros de Manaus para comprar voto. Confira os nomes

Publicado

em

Manaus – Na manhã deste sábado (28), o Portal CM7 recebeu uma denúncia através do número de Whatsapp (92) 9237-7077 informando que os líderes da Coligação “Juntos Podemos Mais” do candidato Amazonino Mendes,  estão se organizando para a  noite deste sábado, saírem pelas zonas de Manaus com envelopes contendo a quantia de  R$ 500 reais para a compra de votos em favor de Amazonino Mendes.

Segundo informações, de dentro do comitê do candidato localizado no bairro Adrianópolis, a distribuição será feita pelo cabo eleitoral ‘Paulinho do Peixe’ e a operação será comandada pela sobrinha de Amazonino, Mônica Mendes, que  inclusive em eleições passadas, já fez essa pratica ilícita. O objetivo é conseguir 40 mil votos para Amazonino.

O esquema 

Mônica Mendes, sobrinha do candidato Amazonino Mendes, alugou 5 Mil carros para a compra de 40.000 votos nas Zonas Norte e Leste de Manaus para este sábado (28).

Saiba quem são os envolvidos

Canaranas:  “Paulinho do Peixe”
Cidade Nova: Ana Lívia
Conselho Tutelar: Daniel Serrão; zona sul e centro-oeste
Zona leste : Uadson dos Santos
Zona Oeste: Neto Jacaré

Comitê geral controlando direto por Regina Martins.
Na Colônia Antônio Aleixo: um sujeito chamado Estrela, dono de um chamadoBar Subindo ao Céu- Ele ajuda o Afonso Lins

 

Compra de voto é crime!

A captação ilícita de sufrágio (compra de votos) é ilícito eleitoral punido com a cassação do registro ou do diploma do candidato e multa, de acordo com o artigo 41-A da Lei das Eleições (Lei nº 9.504/1997), e inelegibilidade por oito anos, segundo a alínea ‘j’ de dispositivo do artigo 1º da Lei Complementar nº 64/90 (Lei de Inelegibilidades), com as mudanças feitas pela Lei da Ficha Limpa (LC nº 135/2010).

O ilícito de compra de votos está tipificado no artigo 41-A da Lei das Eleições (Lei nº 9.504/1997). Segundo o artigo, constitui captação de sufrágio o candidato doar, oferecer, prometer ou entregar, ao eleitor, com o fim de obter-lhe o voto, bem ou vantagem pessoal de qualquer natureza, inclusive emprego ou função pública, desde o registro da candidatura até o dia da eleição, inclusive, sob pena de multa de mil a cinquenta mil Ufir, e cassação do registro ou do diploma.

Além da Lei das Eleições, o Código Eleitoral (Lei nº 4.737/1965) tipifica como crime a compra de votos (artigo 299). Prevê pena de prisão de até quatro anos para aqueles que oferecem ou prometem alguma quantia ou bens em troca de votos, mas também para o eleitor que receber ou solicitar dinheiro ou qualquer outra vantagem, para si ou para outra pessoa (artigo 299).

Amazonas

Homem flagra idoso estuprando criança de 10 anos, em Manaus

Publicado

em

Testemunha ouviu gritos em área de mata, presenciou crime e acionou a polícia. Abusador é marido da vó da vítima, segundo PM

Um idoso foi preso por estuprar uma menina de 10 anos na manhã deste domingo (20). O crime aconteceu por volta das 8h em uma área de mata próxima de um shopping, localizado no bairro Monte das Oliveiras, zona norte de Manaus.

Um homem que passava próximo ao local ouviu gritos da criança e se aproximou cuidadosamente e conseguiu flagrar o idoso cometendo o estupro. A testemunha compareceu à Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca).

“A princípio eu pensava que era um casal tendo relações mas achei estranho porque percebi que os gritos pareciam de uma criança e flagrei ele que quando percebeu tentou fugir”, afirmou o autônomo Venaldo Oliveira que testemunhou o crime.

O idoso tentou fugir mas foi preso por policiais da 26° Companhia Interativa Comunitária (Cicom) que realizava patrulhamento no local. Segundo o tenente Ricardo Lima, o idoso é marido da avó da menina.

“A criança mora no Novo Israel mas ele estava com ela pois iam catar latinhas no local. Ele não é parente de sangue da criança mas é padrasto da mãe dela”, disse o tenente Lima.

Fonte: D24am.

Leia Mais

Amazonas

Polícia prende jovem que efetuou disparos contra policias civis, na zona leste de Manaus

Publicado

em

O jovem foi abordado e recebeu voz de prisão após ser reconhecido pelos policiais que estavam em diligências

Paulo Henrique da Silva Teles, 20, foi preso em flagrante na tarde desta quinta-feira (21), após efetuar disparos de arma de fogo contra uma equipe policial da Unidade de Apuração de Ilícitos Penais (UAIP) da instituição.

Conforme o delegado Torquato Mozer, titular do 30º Distrito Integrado de Polícia (DIP), por volta das 11h, dois policiais da UAIP saíram para realizar diligências em torno de um Inquérito Policial (IPL) sobre intervenção policial na comunidade Coliseu, bairro Jorge Teixeira, zona leste de Manaus, quando foram recebidos com disparos de arma de fogo efetuados por Paulo Henrique.

“Após o ato criminoso, a equipe da UAIP compareceu ao 30º DIP, por volta de 12h, nos informando que foram até aquela região para buscar testemunhas de um IPL, envolvendo também policiais que em outro momento foram recebidos com tiros naquele lugar”, comentou o delegado.

De acordo com a autoridade policial, depois da denúncia a equipe do 30º DIP, de imediato, se deslocou à comunidade, com apoio da equipe do grupo Fera, onde realizaram a abordagem do autor.

Segundo o titular, o jovem foi abordado e recebeu voz de prisão após ser reconhecido pelos policiais que estavam em diligências pela UAIP.

Paulo Henrique irá responder pelo crime de tentativa de homicídio. Após os procedimentos cabíveis ele será encaminhado à Central de Recebimento e Triagem (CRT) e ficará à disposição da Justiça.

Leia Mais

Amazonas

Trio é preso após invadir e roubar casa na zona norte de Manaus

Publicado

em

A dona da residência ainda não foi localizada e o material recuperado foi apresentado no 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP)

Dois homens e uma mulher foram presos em flagrante por roubarem uma casa, na madrugada desta sexta-feira (22), na rua 12, quadra 34, da comunidade Oswaldo Frota, bairro Cidade Nova, zona norte de Manaus.

De acordo com policiais da 15ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), vizinhos viram quando um quarteto chegou na frente da casa, em um carro modelo Palio e entraram na casa durante a madrugada.

Eles fizeram a denuncia e os policiais militares foram até o local. Com a aproximação da polícia um deles fugiu e deixou os três comparsas para trás. Os dois homens e a mulher, tentaram fugir por uma área de mata, mas os policiais continuaram os perseguindo.

O trio então resolveu voltar para a residência onde se trancaram, tentando despistar os policiais militares, mas sem sucesso. Na área de mata, foram encontrados os pertences da casa furtados na área de mata, como ar-condicionado, televisores e outros eletrodomésticos.

Ainda segundo a 15ª Cicom, um dos suspeitos disse que conhecia a dona da casa e sabia que a residência estaria vazia, foi quando combinou o crime. O trio já tinha passagem por diversos crimes, como roubo, furto e tráfico de drogas.

Vizinhos também alertaram os policiais militares que o veículo, tinha sido abandonado na rua Panamá, bairro Nova Cidade, próximo do local e que o grupo, já estava passando pelas redondezas havia alguns dias.

A dona da residência ainda não foi localizada e o material recuperado foi apresentado no 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde o caso foi registrado.

 

Leia Mais

Mais lidas