Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Após mais de 150 dias de baixa, o Rio Amazonas começa a apresentar sinais de subida

Medidor do Rio Amazonas no porto municipal de Itacoatiara (AM) — Foto: Liam Cavalcante/ Rede Amazônica

Vazante histórica do Rio Amazonas chega ao fim em Itacoatiara, trazendo alívio para a população ribeirinha. Após 152 dias, o nível do rio começou a subir, marcando o fim de uma das piores secas já registradas na região.

De acordo com o Serviço Geológico do Brasil (SGB), o rio subiu 14 centímetros entre quinta-feira (26) e esta segunda-feira (30), alcançando um total de 36 centímetros. Essa é a primeira vez em 25 anos de monitoramento que o rio atinge um nível tão baixo.

A vazante impactou severamente a vida das comunidades ribeirinhas, deixando 70 delas em situação de isolamento, segundo a Defesa Civil. A falta de água potável, alimentos e remédios foi uma das principais dificuldades enfrentadas pelos moradores.

Além disso, a navegação na região também foi prejudicada, com grandes navios cargueiros impedidos de passar pela foz do Rio Madeira e na região do Tabocal, próximo a Manaus. Isso gerou problemas no abastecimento das fábricas da Zona Franca, afetando a chegada de insumos essenciais.

Agora, com o fim da vazante, a expectativa é que a vida na região volte ao normal. O aumento do nível do Rio Amazonas traz esperança de dias melhores para população ribeirinha, que aguarda ansiosamente por melhorias nas condições de vida. A volta da navegabilidade também é um sinal positivo para a economia, com a retomada do abastecimento de insumos para as fábricas da Zona Franca.

Fonte: https://g1.globo.com/am/amazonas/noticia/2023/10/30/rio-amazonas-comeca-a-subir-apos-142-dias-em-itacoatiara.ghtml