Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Após um ano, queda de ponte na BR-319, no AM, segue sem laudo final

Um ano após a queda da ponte sobre o Rio Curuçá, no km 23 da BR-319, rodovia que liga o Amazonas ao restante do país, o laudo técnico que apura as causas da tragédia ainda não foi finalizado. A informação é do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte (Dnit).

O acidente, que aconteceu no dia 28 de setembro do ano passado, matou quatro pessoas e deixou mais de 10 feridos. Carros foram arremessados sobre o rio e uma ponte provisória foi montada no local para não interromper o fluxo da rodovia. Dez dias depois outra ponte caiu no km 25 da mesma rodovia. Desde 2021, o órgão sabia dos riscos nos dois locais.

No entanto, um ano após a tragédia, o Dnit disse que não vai se manifestar sobre as causas do acidente antes da conclusão das investigações da Polícia Civil e da emissão do laudo técnico do Instituto de Pesquisa Tecnológica (IPT) que busca identificar o que poderia ter provocado o colapso na ponte.