Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

CEOs de Lábrea conseguem R$ 3,5 milhões de desconto em licitação, segundo matéria do CM7 Brasil

Foto: divulgação

Lábrea, localizado no coração do Amazonas, é o ponto focal de um debate por conta de um acordo milionário firmado para comprar material educacional. Este acordo, no valor incrível de R$ 4.720.940,00, foi estabelecido em 08 de janeiro de 2024 entre a prefeitura de Lábrea e a empresa MAXPEL Comercial LTDA, com duração de 12 meses. Esse contrato está gerando críticas significativas da população local, perturbada com o tamanho do investimento na compra de material didático.

Dúvidas surgem, em especial, em meio ao actual desafio financeiro enfrentado pelo município em setores vitais como de saúde, infra-estrutura e assistência social. Este investimento considerável em materiais didáticos, causa ceticismo sobre onde estão as prioridades municipais e se o orçamento é distribuido de maneira eficiente.

Em nome dos cidadãos que lutam nessas diversas áreas, uma explicação precisa ser dada para essa alocação de recurso substancial para a educação. Após o Portal e a TV CM7 Brasil publicar um artigo ressaltando a preocupação da comunidade quanto ao alto preço dos materiais didáticos, o prefeito de Lábrea, Gean Barros, e o vice, Mabi Canizo, optaram por revisar a situação.

Para a surpresa de muitos, eles decidiram cortar R$ 3,5 milhões do contrato original para minimizar os gastos públicos. No entanto, apesar dessa mudança, o custo restante ainda é elevado, fazendo com que muitos questionem se é necessário um investimento tão grande em material didático, especialmente em tempos de austeridade pública e priorização de demandas mais urgentes.

A população de Lábrea espera que os governantes locais forneçam mais detalhes e expliquem porque um investimento tão grande foi feito nesses materiais didáticos e como ele irá impactar tanto o desenvolvimento quanto o bem-estar do povo local.

Confira o documento abaixo.

Fonte: https://cm7brasil.com/passando-a-limpo/apos-materia-do-cm7-brasil-ceos-de-labrea-fazem-milagre-e-conseguem-r-35-milhoes-de-desconto-em-licitacao/