Connect with us

Mundo

Coronavírus: China tem 425 mortes e 20,4 mil casos confirmados

Publicado

em

Província de Hubei apresentou 2.345 novas infecções entre domingo (2) e segunda-feira (3).

A província de Hubei teve 2.345 novas infecções por coronavírus desde o domingo (2), diz comunicado do governo chinês. Como esses novos registros, a China tem 425 mortes e mais de 20.400 mil casos confirmados da doença.

Situação na província de Hubei:

  • 13.522 casos no total
  • 10.990 estão em tratamento no hospital
  • 58.544 pessoas em observação

Também foi confirmada a primeira morte pelo novo coronavírus no território semi-autônomo de Hong Kong entre 15 casos registrados. Até a noite desta segunda-feira (3), 23 países e a China tinham confirmado infecções pelo 2019 n-CoV. No final de semana, as Filipinas confirmaram a primeira morte devido à doença.

O número de mortes pelo novo coronavírus já ultrapassou o total registrado pela Síndrome respiratória aguda grave (SARS) na China continental: desde dezembro, o 2019 n-CoV levou a 425 mortes na região, enquanto a Sars registrou 361 em todo o surto em 2002 e 2003. Mas o número de pessoas que se recuperaram em todo o país também aumentou nos últimos dias, sugerindo que a taxa de mortalidade do novo vírus é relativamente baixa.

Suspeitas no Brasil

O Brasil investiga 14 casos suspeitos do novo coronavírus, de acordo com o Ministério da Saúde. Nenhuma infecção foi confirmada. Desde o início do monitoramento do Ministério da Saúde, o Brasil já descartou ao todo 13 suspeitas.

Entre os 14 casos suspeitos, 11 deles estão passando pela etapa de testes para vírus comuns, como o influenza. Caso um vírus já conhecido no Brasil seja detectado, a chance de o paciente ter coronavírus é descartada.

Outros três casos já deram negativo para doenças comuns e, agora, estão em um teste específico apenas para o 2019 n-CoV.

Recomendações

Os especialistas recomendam a “etiqueta respiratória” para evitar a transmissão: cobrir a boca com a manga da roupa ou braço em caso de tosses e espirros e sempre lavar as mãos.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomenda que os serviços de saúde adotem protocolos de prevenção antes, durante e depois da chegada do paciente, com desinfecção e ventilação de ambientes.

Fonte: G1

Amazonas

Vacina da Pfizer é autorizada pela Anvisa para crianças a partir de 12 anos

Publicado

em

Brasil – A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a indicação da vacina Comirnaty, da Pfizer, para crianças com 12 anos de idade ou mais. Com isso, a bula da vacina passará a indicar essa nova faixa etária para o Brasil.

De acordo com a agência, a ampliação foi aprovada após a apresentação de estudos desenvolvidos pelo laboratório que indicaram a segurança e eficácia da vacina para esse grupo. Os estudos foram desenvolvidos fora do Brasil e avaliados pela Anvisa.

Antes, a vacina Comirnaty estava autorizada para pessoas com 16 anos de idade ou mais. Até o momento, esta é a única entre as vacinas autorizadas no Brasil com indicação para menores de 18 anos.

A vacina da Pfizer foi a primeira a receber o registro definitivo para vacinas contra covid-19 no Brasil.

Leia Mais

Mundo

Explosão de carro-bomba deixa pelo menos 9 mortos em Cabul

Publicado

em

Ministro do Interior do Afeganistão afirmou que outras 20 pessoas ficaram feridas, entre elas um membro do Parlamento do país. Ninguém reivindicou a autoria do atentado.

explosão de um carro-bomba em Cabul, capital do Afeganistão, deixou pelo menos 9 mortos e 20 pessoas feridas neste domingo (20), afirmou Massoud Andarabi, ministro do Interior do país.

Andarabi informou que entre os feridos estão mulheres, crianças e Khan Mohammad Wardak, membro do Parlamento afegão e possível alvo do ataque.

De acordo com informações da agência Reuters, não está claro se o explosivo estava em um automóvel estacionado ou se alguém dirigia o veículo no momento do incidente. Ninguém reivindicou a autoria do atentado.

Acusações contra o Talibã

 

Em comunicado, Andarabi criticou o Talibã, acusando o regime de matar 487 civis e ferir outros 1.049 ao realizar 35 ataques suicidas e provocar 507 explosões ao longo dos últimos três meses no país.

Na última sexta-feira (18), pelo menos 15 pessoas morreram – a maioria delas, crianças – depois que uma explosão atingiu uma cerimônia religiosa na província de Ghazni, região central do Afeganistão.

Leia Mais

Mundo

Ruth Bader Ginsburg, a juíza mais antiga da Suprema Corte dos EUA, morre aos 87 anos

Publicado

em

Ginsburg foi nomeada pelo ex-presidente democrata Bill Clinton em 1993; ela morreu por complicações de um câncer no pâncreas.

A mais antiga juíza da Suprema Corte dos Estados Unidos e líder da ala liberal, Ruth Bader Ginsburg, morreu nesta sexta-feira (18), aos 87 anos, por complicações de um câncer no pâncreas, informou a corte em um comunicado.

Ela foi diagnosticada com a doença no ano passado. Em dezembro de 2018, ela teve dois nódulos removidos do pulmão. Em 1999, Ginsburg já havia sido submetida ao tratamento de um câncer no cólon.

A morte de Ginsburg dá ao presidente Donald Trump a chance de expandir sua maioria conservadora com uma terceira indicação em um momento de profundas divisões no país às vésperas das eleições presidenciais em 3 de novembro.

Nos EUA, os juízes da Suprema Corte são nomeados de forma vitalícia.

Leia Mais

Mais lidas