Connect with us

Polícia

CPI dos combustíveis termina em pizza. Uma vergonha para as deputadas Joana Darc e Alessandra Campelo

Publicado

em

Manaus – Com 120 dias de atuação, a CPI dos Combustíveis terminou com gráficos feitos pelo Procon que acusa os deputados de querer ganhar vantagens em cima do trabalho órgão.

Enquanto o deputado Álvaro Campelo pediu a prorrogação da CPI, a parlamentar Alessandra Campelo disse que a prorrogação seria um gasto desnecessário, uma vez que o grupo de deputados encontrou dificuldades para provar a existência de cartel nos postos.

Para o diretor do Procon Rodrigo Guedes, os deputados tinham todos os instrumentos para a CPI ter um bom resultado.

“Os deputados podiam pedir prisão dos donos de postos, poderiam pedir condução coercitiva e entrar nos escritórios e apreender documentos. O que eles apresentaram é um relatório com gráficos feitos por nós Procon Manaus e Procon Amazonas, querem ganhar ponto com nosso trabalho. Joana Darc e Alessandra Campelo pediam de mim colete, pra quê colete? tirar fotinha? fazer de conta que fiscaliza?”, comentou Rodrigo.

A CPI quer devolver aos Procons a responsabilidade de fiscalizar se há ou não cartel nos postos.

Objetivo da CPI

O principal objetivo da CPI foi investigar,  a suposta prática de preços combinados (cartel) por parte dos donos dos postos de combustíveis e das distribuidoras no Estado. O requerimento de instalação da comissão também previa outros dois objetos: a variação de preços praticados na capital e interior e a composição de preços de venda dos combustíveis nas distribuidoras e seus reflexos no preço final do produto.

Leia Mais

Manaus

Homem é perseguido e morto a tiros em beco no bairro Compensa, em Manaus

Publicado

em

Um homem de 27 anos foi morto a tiros em um beco na rua Rui Barbosa, no bairro Compensa, Zona Oeste de Manaus, na madrugada deste sábado (21). Segundo a polícia, criminosos seguiram a vítima, cometeram o crime e fugiram.

De acordo com a 8ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), familiares do homem contaram que ele estava no local, quando os atiradores chegaram. A vítima tentou fugir, mas foi perseguida pelo grupo e baleada diversas vezes.

Ele morreu no local dos disparos. Os atiradores fugiram sem ser identificados.

Ainda segundo a 8ª Cicom, o homem que foi morto tinha passagens pela polícia pelo crime de tráfico de drogas.

O corpo da vítima foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) e a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) deve investigar o caso.

Leia Mais

Amazonas

Homem é preso suspeito de participar de latrocínio em Anamã, no AM

Publicado

em

Um homem de 22 anos foi preso suspeito de participar de um latrocínio, roubo seguido de morte, no município de Anamã, no interior do Amazonas. Segundo a polícia, outros três suspeitos de participação no crime já tinham sido presos anteriormente.

De acordo com investigador do 81ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), de Anamã, Francisco Jaime Brito, o crime de latrocínio ocorreu no dia 14 de fevereiro deste ano, naquele município.

“Durante a 1ª fase da operação, chegamos à identidade de três suspeitos que foram presos no dia 28 de abril deste ano, em cumprimento a mandados de prisão preventiva em desfavor deles, pelo envolvimento na ação criminosa”, explicou o investigador.

As investigações sobre o crime seguiram e a polícia constatou a participação de um quarto envolvido no crime. Um mandado de prisão temporária foi solicitado à Justiça em nome dele.

“A ordem judicial foi expedida pela juíza Larissa Padilha Roriz Penna, da comarca de Anamã, e na tarde desta quinta, as equipes policiais da delegacia, efetuaram a prisão do indivíduo, em cumprimento a decisão judicial em desfavor dele”, disse Jaime Brito.

O suspeito irá responder pelo crime de latrocínio. Ele foi transferido para uma unidade prisional de Manaus, onde ficará à disposição da Justiça.

Leia Mais

Manaus

Em Manaus, 250 quilos de maconha são apreendidos dentro de carro

Publicado

em

Em Manaus, dois homens foram presos e 250 quilos de maconha apreendidos durante uma fiscalização em veículos na ponte Rio Negro.

A prisão aconteceu por volta das 19h, de segunda-feira (9).

De acordo com o Departamento de Repressão ao crime organizado (DRCO), da Polícia Civil, a operação aconteceu após denuncias anônimas, que informaram que os homens fariam o transporte do material de Manacapuru para Manaus. As drogas foram apreendidas em um veículo, modelo Jeep.

Os homens foram presos por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Leia Mais

Mais lidas