" >Deputado Fausto Jr, recebe inúmeras denúncias de agressões, assédio moral e sexual nos colégios da Polícia Militar – Acorda manaus
Connect with us

Polícia

Deputado Fausto Jr, recebe inúmeras denúncias de agressões, assédio moral e sexual nos colégios da Polícia Militar

Published

on

Manaus- Após denúncias de professores, estudantes e pais de alunos envolvendo agressões físicas, assédio moral e sexual e outras condutas irregulares cometidas por gestores de colégios militares da Polícia Militar do Amazonas (CMPM), a Assembleia Legislativa do Amazonas decidiu intervir no problema.

Representantes da Associação de Pais, Mestres e Comunitários (APMC) dos colégios da Polícia Militar foram recebidos hoje (quinta-feira – 12), na Assembleia Legislativa.

Eles denunciaram casos de agressão física cometidos por gestores contra professores. Também relataram casos de assédio moral e sexual contra estudantes e pais de estudantes, que seriam assediados em troca de vagas no colégio ou melhores notas nas avaliações escolares.

O deputado estadual Fausto Jr, que abriu espaço na Assembleia para a APMC denunciar o problema, reconhece o importante papel desempenhado pelos colégios da Polícia Militar na melhoria da educação pública no Amazonas. Porém, segundo o deputado, as supostas irregularidades cometidas nos colégios “não podem ser varridas para debaixo do tapete.”

“São graves denúncias feitas por professores e estudantes contra policiais militares que cuidam da gestão dos colégios. São casos que precisam de investigação. A verdade deve prevalecer”, acrescentou Fausto.

O advogado das APMCs, Ricardo Gomes, esteve na Assembleia Legislativa e disse que cinco dos nove colégios da Polícia Militar possuem denúncias contra gestores. “Temos o caso de um professor que levou um tapa na cara, em pleno pátio do colégio”, revelou o advogado.

“A agressão foi feita pelo diretor da escola, que estava armado e levou o professor a uma sala fechada onde ocorreram mais intimidações”, denunciou Ricardo Gomes.

Outra denúncia foi feita por mães de estudantes, que seriam assediadas sexualmente por diretores de colégio em troca de melhores notas para os filhos ou vagas para o próximo ano letivo.

“As denúncias estão surgindo em vários colégios da Polícia Militar. É sinal que alguma coisa errada está acontecendo e precisa ser investigada pela Seduc e pelo comando da Polícia Militar”, alerta Ricardo Gomes.

Na tentativa de ouvir todos os envolvidos no caso, a comissão de Educação da Assembleia Legislativa marcou para a próxima quarta-feira (18/09) uma reunião com representantes dos colégios militares, da Seduc, do comando da Polícia Militar e das APMCs.

O objetivo é ouvir todos e buscar uma solução para o problema, além de identificar os gestores que estariam cometendo irregulares na administração dos colégios. “Queremos ouvir todos os lados e apontar a verdade do que está acontecendo nos colégios”, completou Fausto Jr.

Continue Reading

Manaus

Motorista de aplicativo se joga de carro e foge de assaltantes após sequestro relâmpago; três são presos em Manaus

Published

on

Caso aconteceu no início da madrugada desta terça-feira (1°).

Um motorista de aplicativo, de 29 anos, foi vítima de roubo e sequestro relâmpago no início da madrugada desta terça-feira (1°), em Manaus. De acordo com a polícia, três homens foram presos suspeitos de participação no crime.

De acordo com a Polícia Militar, o caso teve início por volta de 0h30 na Avenida Tenente Roxana Bonates, conhecida como avenida Igarapé do Passarinho, no bairro Novo Israel, após o motorista iniciar uma corrida.

Durante a corrida, os suspeitos anunciaram o assalto utilizando uma escopeta calibre 12, de fabricação caseira.

Ainda de acordo com a polícia, os assaltantes tentaram colocar o motorista dentro do porta-malas, mas nesse momento, o homem se jogou e conseguiu fugir.

Motorista de aplicativo se joga de carro e foge de assaltantes após sequestro relâmpago; três são presos em Manaus — Foto: Polícia Militar/Divulgação

O motorista de aplicativo pediu socorro de policiais militares, e os suspeitos fugiram em direção ao bairro Santa Etelvina.

A Polícia Militar informou que rastreou o veículo da vítima por meio do celular do motorista que ficou dentro do carro.

A localização foi identificada na Rua das Laranjeiras, no bairro Monte das Oliveiras, próximo a um shopping. Dois homens de 30 e 18 anos foram detidos dentro do veículo.

Segundo a polícia, os homens jogaram a chave e o celular da vítima em uma área de mato. Os objetos foram encontrados horas depois.

Depois de ser preso, um dos suspeitos informou que um terceiro envolvido, de 20 anos, estava com a arma usada no crime. Ele foi deixado na Rua Achuarana, no Monte das Oliveiras. A polícia foi até o local e avistou o homem, que tentou correr ao perceber a chegada dos policiais. Ele jogou a arma utilizada no crime.

O trio foi preso em flagrante. Alguns motoristas de aplicativo tentaram agredir os suspeitos no momento da prisão.

Continue Reading

Manaus

Homem é preso com drogas e arma caseira em Manaus

Published

on

Ele tentou fugir ao avistar equipe policial. Material apreendido estava em uma sacola.

Um homem foi preso com drogas e uma arma de fabricação caseira, na madrugada deste sábado (28), no bairro Terra Nova 2, em Manaus.

O homem foi abordado quando tentou fugir ao perceber a aproximação de uma equipe que fazia patrulhamento na região. Ele carregava uma sacola em que estava a arma, um celular, trouxas de maconha, cocaína e oxi.

O suspeito e o material foram encaminhados ao 6° Distrito Integrado de Polícia (DIP)

Continue Reading

Manaus

Homem é preso suspeito de se passar por policial civil em Manaus

Published

on

Carro adulterado, pistola, farda policial e documento de identificação falso foram apreendidos com suspeito.

Um homem de 31 anos foi preso suspeito de se passar por policial civil, na Zona Centro-Oeste de Manaus, na tarde desta terça-feira (31).

Com ele foram apreendidos um documento de identificação falsificado, uma pistola, uma farda policial, além de um carro com sirene e rádio, ou seja, uma viatura falsa, segundo a polícia.

Ele foi preso ao sair de uma academia, após a polícia receber uma denúncia anônima. A polícia informou que ainda não é possível afirmar se o homem se passava por policial para cometer algum tipo de crime, mas disse que investiga o caso.

Segundo o delegado titular do 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Denis Pinho, uma investigação mais ampla já foi aberta para apurar as circunstâncias e a motivação do crime.

“Vamos continuar as investigações sobre o caso para saber quais as intenções dele ao usar uniformes de instituições policiais. Não dá para afirmar se ele estava se passando por policial para cometer crimes ou se tinha alguma paixão platônica pela polícia civil”, disse.

O suspeito vai responder pelos crime de falsa identidade e contravenção penal, por utilizar uniformes de instituições policiais. A pena para este tipo de crime pode chegar a até dois anos de prisão.

Continue Reading

Mais lidas