Connect with us

Manaus

Detran flagra 30 motoristas dirigindo embriagados e remove paredões de som em Manaus

Publicado

em

Fiscalização, feita pelo Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), aconteceu na madrugada deste domingo (20).

Durante uma fiscalização de trânsito, 30 motoristas foram flagrados dirigindo embriagados pelos agentes do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), na madrugada deste domingo (20). A fiscalização, feita pelo Núcleo Especializado em Operações de Trânsito (Neot) e agentes do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (BPTran), também removeu seis paredões de som em cinco postos de combustíveis da cidade.

De acordo com o Detran-AM, a operação começou após a meia noite. Ela foi dividida em duas etapas. Na primeira, na Zona Sul de Manaus, o foco foi a “Lei Seca”; e num segundo momento, festas e aglomerações em postos de combustíveis da cidade, para atender denúncias de som alto e uso de paredões de som.

Lei Seca

 

No início da madrugada, foram montadas barreiras de fiscalização da operação “Lei Seca” em vias estratégicas da Zona Sul de Manaus. Os agentes do Detran-AM abordaram 230 veículos e flagraram 78 motoristas cometendo infrações de trânsito, sendo que 30 deles estavam embriagados e foram pegos no teste do bafômetro.

Ainda conforme o Detran-AM, outros cinco condutores se recusaram a fazer o teste e também foram autuados com base no artigo 165-A, do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que impõe as mesmas sanções administrativas aplicadas aos motoristas flagrados pelo bafômetro.

Ao todo, oito veículos foram removidos durante as fiscalizações na Zona Sul, por diferentes infrações. O órgão ainda informou que condutores flagrados na “Lei Seca” só têm o veículo removido em caso de não apresentarem pessoa habilitada, e que passe no teste do bafômetro, para assumir a direção do veículo.

Paredão

A fiscalização também atuou em festas e aglomerações promovidas em postos de combustíveis da capital. Seis veículos com paredões de som acabaram removidos e as festas realizadas em cinco postos foram dispersadas pelos agentes do Detran-AM.

Conforme o Departamento, a operação foi fruto de denúncias feitas pela população ao Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops). Até agosto, foram 11,5 mil denúncias de eventos em vias públicas e uso de paredões em Manaus. Esse foi o quarto “crime” mais denunciado por meio do disque 190 nos últimos oito meses do ano, segundo o Detran-AM.

“Como temos recebido várias denúncias de aglomerações, de festas em torno de paredões de som em postos de gasolina, e assim como nós já estamos empenhados na Central Integrada de Fiscalização, a CIF, juntamente com outras forças de segurança no enfrentamento a proliferação da Covid-19, a gente também voltou o olhar com o Neot e o Batalhão de Trânsito para evitar essas aglomerações.”, explicou Rodrigo de Sá Barbosa, diretor-presidente do Detran-AM.

A fiscalização da perturbação do sossego por veículos com som alto está prevista no artigo 229 do CTB. O uso de paredões em postos de combustíveis está proibido no Amazonas desde Janeiro deste ano, pela Lei 5.703.

Amazonas

Corpo de homem é encontrado boiando em igarapé no Educandos; cenas fortíssimas

Publicado

em

 

Manaus – Um homem até o momento não identificado, foi encontrado boiando na tarde desta segunda-feira (12), nas proximidades da ponte da ponte na Avenida Lourenço da Silva, no bairro do Educandos, na Zona Sul de Manaus.

CENAS FORTES:

 

 

Segundo informações, pedestres avistaram um corpo e acionaram a polícia, que informou ao Instituto Médico Legal (IML), para fazer a remoção.

Segundo a perícia criminal, o homem tinha perfurações no pescoço e nas costas. A polícia investiga o crime.

FONTE: CM7

Leia Mais

Amazonas

Emenda de Alessandra vai reforçar a educação de crianças da Zona Norte

Publicado

em

A deputada estadual licenciada Alessandra Campêlo (MDB) inaugurou, nesta segunda-feira (12), o projeto Reforço Jovem Manaus, que vai oferecer aulas de reforço a 160 alunos das redes municipal e estadual de ensino da Zona Norte da capital de forma gratuita. O projeto é executado pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Educação e Desporto (Seduc), e viabilizado por meio de emenda parlamentar de autoria de Alessandra no valor de R$ 200 mil.

As aulas acontecerão na sede do Instituto Jovens do Futuro, localizado no bairro Santa Etelvina, e serão direcionadas a estudantes do 4º, 5º e 6º ano do Ensino Fundamental do bairro e adjacências.

De acordo com a diretora do instituto, Hellen Andrade, as aulas terão duração de 12 meses e irão trabalhar com foco na melhoria da aprendizagem desses alunos.

“O projeto vai identificar dificuldades e trabalhar em cima delas para que os estudantes aprendam melhor. Para isso, temos uma equipe multidisciplinar preparada para atendê-los. Estou feliz em finalmente darmos início a esse projeto. A deputada é nossa parceira desde 2019 e não hesita em escutar e atender nossas demandas, seja na capital, seja em Manacapuru e Iranduba, onde também executamos esse projeto”, disse.

A atual secretária de Assistência Social, Alessandra Campêlo, destacou o papel do projeto para a melhoria da aprendizagem.

“Dessa forma, estamos chegando até as dificuldades desses alunos e trabalhando com uma equipe extremamente capacitada para que todas essas dificuldades sejam sanadas, além de uma sala equipada e confortável para eles. A educação também é uma bandeira que carrego em meu mandato e me alegro em ver que emendas minhas vão beneficiar esses estudantes”, afirmou.

FONTE: CM7

Leia Mais

Amazonas

Roberto Cidade cobra instalação de subestação de energia em Borba

Publicado

em

Amazonas – O presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado Roberto Cidade (PV), apresentou um Requerimento em forma de Indicação à Amazonas Energia a fim de que a concessionária faça a instalação de uma subestação de energia elétrica no distrito de Canumã, no município de Borba (distante 151 km de Manaus em linha reta).

O local atualmente é abastecido pelo linhão de Nova Olinda do Norte (135 km) e por conta da distância tem sofrido constantes apagões que demoram a ser solucionados.

De acordo com Roberto Cidade, os moradores do distrito de Canumã sofrem o problema diariamente, resultando na queima de eletrodomésticos e impactando também no comércio local.

“O distrito de Canumã tem 11 mil moradores e essas pessoas sofrem diariamente com a falta de energia elétrica. Por isso, se faz necessário o esforço da empresa na construção de uma subestação de energia elétrica no distrito. Isso certamente resultará em uma melhor prestação de serviços, bem como numa economia para todos”, afirmou.

FONTE: CM7

Leia Mais

Mais lidas