Connect with us

Brasil

Dólar chega a superar R$ 4,22

Published

on

O dólar voltou a testar níveis históricos de alta nesta quinta-feira, e superou os R$ 4,22 no início da tarde, em meio a sinais conflitantes sobre as negociações comercias dos Estados Unidos com a China e aumento de riscos regionais, observados na Colômbia, que teve uma greve geral. Mas em um pregão marcado por volatilidade, a moeda acabou fechando em baixa, a R$ 4,1930 no segmento à vista, em queda de 0,25%. Operadores ressaltam que a disparada da bolsa no final do dia, com o Ibovespa voltando a superar o nível de 107 mil pontos, ajudou a tirar um pouco de pressão no câmbio, por conta da atração de algum fluxo externo. O dólar futuro para dezembro fechou estável, em R$ 4,1970.

No caso da América Latina, o noticiário não tem ajudado a dissipar o temor dos investidores e a Moody’s alertou que o cenário é negativo para a região em 2020, por conta de aumento do risco político, do risco comercial e para as políticas econômicas dos países latinos. Nesta quinta foi a vez de uma greve geral na Colômbia, que se soma aos protestos no Chile, na Bolívia e às dúvidas sobre os próximos passos do governo na Argentina.

A Moody’s ressaltou que o Brasil é uma “notável exceção” à piora do ambiente na América Latina, pois tem conseguido avançar com as reformas. Mas como o País tem o maior mercado financeiro da região acaba afetado pelo movimento de busca por caixa dos investidores que querem minimizar perdas em outros mercados.

“Os riscos geopolíticos da região não mostram sinais de desaparecimento”, avalia o analista de mercado da Oanda na América Latina, Alfonso Esparza. No caso do Brasil, ele ressalta que o Banco Central tem mostrado “paciência” diante da possibilidade de uma intervenção no mercado cambial. “Mas a desvalorização da moeda pode forçar uma decisão se não houver progresso significativo nas conversas entre os EUA e a China”, ressalta ele. Na quarta, o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, afirmou que se o câmbio pressionar a inflação, o BC agirá por meio da política monetária, e não do câmbio.

Na região, o dólar teve comportamento misto. Subiu 0,59% no Chile e 0,42% na Argentina, mas acabou caindo 0,73% na Colômbia e 0,50% no México. Nos emergentes em geral, o dólar acabou perdendo força nos países produtores de petróleo, por conta da alta da commodity, que superou os 2% em Londres e Nova York.

Fonte Isto É

Brasil

Conheça o poder nutricional da Bacaba, a prima do Açaí

Published

on

Amazonas – A Bacaba (que empresta o nome a este site) é uma fruta muito popular na Amazônia. Parecido com o açaí, seu fruto é um caroço pequeno e arredondado, com uma massa branco-amarelada recoberta por uma casca roxa-escura, que dá em cachos nos galhos da bacabeira, uma palmeira nativa da região que atinge até 20 metros de altura.

O modo de preparo da Bacaba é igual ao do açaí. Após colhidos, os caroços são lavados e deixados de molho, em água quente, para amolecer a casca e facilitar a retirada da polpa em uma despolpadeira industrial, parecida com um liquidificador, movida por um motor elétrico. Na Região Norte do Brasil, essa máquina é conhecida como “Batedeira”.

Após retirado o vinho, a Bacaba é servida gelada ou natural, misturada com açúcar e farinha de mandioca ou de tapioca. Fica tão deliciosa quanto o seu parente famoso.

Na Amazônia, a Bacaba é vendida nos mesmos estabelecimentos onde é comercializado o açaí. Porém, sem a popularidade deste, a Bacaba ocupa um lugar secundário nas “batedeiras” e na mesa das famílias da região. Até no preço ela fica atrás do seu primo ilustre: um litro de vinho da Bacaba vale a metade do que é cobrado pela mesma quantidade de açaí.

Quando o assunto é valor nutricional, a Bacaba não perde em nada para o açaí. Ela é rica em proteínas e carboidratos. Seu vinho é uma poderosa fonte de energia, que fornece 212 quilocalorias em 100g do produto. A mesma quantidade de carne de boi, por exemplo, fornece 70% menos quilocalorias, apenas 140 Kcal.

A vantagem da Bacaba, em relação a outros alimentos ricos em calorias, é o seu alto teor de ácidos graxos (a gordura boa), que ajudam na produção do colesterol bom e reduz o ruim, e grande concentração de fibras alimentares, que regulam o funcionamento do intestino. Seu vinho tem ação antioxidante que combate os radicais livres, substâncias que destroem as células do corpo humano e causam o envelhecimento precoce e algumas doenças crônicas. Ou seja, além de nutritiva, a Bacaba ajuda a manter a juventude da pele e a saúde.

Como alimento, o vinho da Bacaba é recomendado para pessoas que desempenham atividades que consomem muitas calorias, como, por exemplo, os atletas. Mas também é recomendado para quem precise de uma alimentação rica em vitaminas e proteínas ou necessitem ganhar peso.

Os índios e os caboclos da Amazônia sempre souberam do poder nutritivo do vinho da bacaba. Depois de um dia cansativo de trabalho na floresta, eles costumam repor suas energias complementado suas refeições com uma gostosa “cuia” desse maravilhoso produto.

Logo, logo, a Bacaba será a “bola da vez” da geração saúde. Fará parte das dietas de academias e consultórios de nutrição de todo o mundo, assim como já acontece com o açaí.

Fonte: Portal CM7

Continue Reading

Brasil

Mais uma mulher tenta se jogar da ponte sobre o Rio Negro

Published

on

Manaus – No final da manhã desta quarta-feira (15), uma mulher que não teve sua identidade revelada, tentou se jogar da ponte sobre o Rio Negro, localizada no bairro Compensa, Zona Oeste da cidade.

A tentativa de suicídio foi frustrada por policiais militares que resolveram a delicada situação através do diálogo.

Fonte: Portal CM7

Continue Reading

Brasil

Receita Federal paga hoje as restituições do lote residual de janeiro do IRPF

Published

on

Brasil – A Receita Federal paga nesta quarta-feira (15) as restituições do lote residual do Imposto de Renda Pessoa Física de janeiro. O dinheiro será depositado nas contas informadas na declaração.

Ao todo, serão desembolsados R$ 725 milhões para declarações de 2008 a 2019, beneficiando 185.891 contribuintes que estavam na malha fina, mas regularizaram as pendências com o Fisco.

As restituições terão correção de 4,77%, para o lote de 2019, a 113,05%, para o lote de 2008. Em todos os casos, os índices têm como base a taxa Selic (juros básicos da economia) acumulada entre a entrega da declaração até este mês.

A lista com os nomes está disponível a partir das 9h no site da Receita na internet. A consulta também pode ser feita pelo Receitafone, no número 146. A Receita oferece ainda aplicativo para tablets e smartphones, que permite o acompanhamento das restituições.

O contribuinte que não receber a restituição deverá ir a uma agência do Banco do Brasil ou ligar para os telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para ter acesso ao pagamento.

Via: Agência Brasil

Fonte: Portal CM7

Continue Reading

Mais lidas