Connect with us

Política

Elisabeth Valeiko confirma que esteve na casa do filho acompanhada de Arthur no dia do crime, Saiba o andamento do caso!

Publicado

em

No fim da tarde da última terça-feira (22), a primeira-dama Elisabeth Valeiko esteve na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Cidade Nova, Zona Norte de Manaus, para prestar depoimento sobre a investigação na morte do engenheiro Flávio Rodrigues.

O corpo de Flávio foi encontrado com sinais de agressão e seis marcas de facadas: duas na barriga, duas nas costas e duas nas pernas, no dia 30 de setembro, em um terreno no Tarumã, na Zona Oeste da capital.

A polícia acredita que o assassinato ocorreu na noite anterior, no dia 29, após um desentendimento em uma festa particular feita na casa do enteado do Prefeito Arthur Neto (PSDB), Alejandro Valeiko, de 29 anos, a sua prisão foi decretada. No local, havia um consumo excessivo de drogas e álcool.

O depoimento de Elisabeth durou cerca de duas horas e em um dos trechos ela confirma que foi até a casa de Alejandro acompanhada de Arthur, “Não se recorda quando saiu do condomínio, porém, o fez na companhia de seu marido, Arthur”, informa o trecho.

Ponto crucial

Além disso, a primeira-dama descreveu os momentos em que esteve no local, reforçando que encontrou o filho com sangue no rosto e com a camisa manchada e notou algumas gotas de sangue na garagem e ainda explicou para a polícia que “para evitar que houvesse sangue espalhado pela casa” ordenou sua filha, Paola Molina Valeiko, a “limpar as manchas de sangue”.

A atitude prejudicou ainda mais o trabalho da perícia para descobrir se Flávio foi morto dentro da residência ou fora dela.

Internação repentina

A polícia também questionou Elisabeth sobre a internação em menos de 24 horas após o crime em uma clínica de dependentes químicos, no Rio de Janeiro. Alejandro foi acompanhado de dois funcionários da Prefeitura de Manaus.

De acordo com a primeira-dama, a internação foi dada sem tomar conhecimento da morte do engenheiro Flávio.

Versão contada

Ainda de acordo com Elisabeth, a justificativa da morte de Flávio se dá devido ao acerto de contas, pois a casa foi invadida por uma pessoa encapuzada cobrando uma dívida de tráfico, já que Alejandro é dependente químico, levando então Flávio à força. Vale ressaltar que a residência é localizada em um condomínio de luxo.

Segurança

Segundo a polícia, após o desentendimento na casa, Flávio saiu dela dentro do carro da Prefeitura conduzido pelo PM Elizeu da Paz. Elisabeth negou que tivesse ordenado que o policial fosse até a residência naquela noite.

De acordo com a primeira-dama, Elizeu era pago para ser responsável em mandar medicamentos e alimentos para Alejandro, porém, em seu depoimento o policial alegou que a sua função na Prefeitura de Manaus era “garantir a segurança de Alejandro”.

Prisões temporárias

Elizeu foi exonerado do cargo 16 dias após o ocorrido, atualmente está preso; Um amigo de Elizeu que aparece em um vídeo de circuito de segurança saindo do condomínio também está preso; Todas as pessoas que estavam na residência na noite do crime tiveram suas prisões temporárias decretadas, incluindo Alejandro Valeiko, considerado suspeito pela morte do engenheiro.

Leia Mais
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove − dez =

Amazonas

Wilson Lima: “Estamos fazendo a maior ampliação da capacidade da saúde pública da história do Amazonas”

Publicado

em

Em pronunciamento nas redes sociais do Governo do Estado na noite de ontem, 8 de janeiro, o governador Wilson Lima afirmou que o Estado está fazendo a maior ampliação da capacidade da rede de saúde do Amazonas em tempo recorde.

O aumento do número de leitos, só nos últimos dois meses, foi de 134%, saindo de 457 para 1.164 leitos que estão sendo destinados ao enfrentamento da pandemia de Covid-19.

“Se tivéssemos colocado esses leitos em hospitais de campanha teríamos três estruturas com a mesma capacidade do Pronto Socorro João Lucio, que possui 217 leitos”, comparou. “O que estamos fazendo é a maior ampliação da capacidade da saúde pública da história do Amazonas em um período de tempo tão curto”, completou.

No pronunciamento, Wilson Lima anunciou a oferta de novos leitos no Hospital Nilton Lins e reforçou o apelo à população para redução da velocidade de contágio pelo novo coronavírus, que tem levado ao aumento recorde de internações.

“O apelo que eu faço a todos: os que nasceram nesse Estado; os que escolheram esse Estado pra viver, pra trabalhar, pra criar os seus filhos. Aqueles que amam o Amazonas e que amam o povo do Amazonas é: ajudem o Governo e as autoridades de saúde a lutar juntos nesta guerra. Nós precisamos que cada cidadão faça o que está ao seu alcance: continuem cumprindo suas obrigações, mas não participem de aglomerações”, ressaltou.

fonte: https://portalcm7.com/

Leia Mais

Amazonas

Decisão de abrir leitos para Covid é coerente, diz presidente do CRM

Publicado

em

Governo do Estado está convertendo 13 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 46 de enfermaria para o atendimento exclusivo de mulheres com a Covid-19.

Manaus (AM) – O presidente em exercício do Conselho Regional de Medicina (CRM), Jorge Akel, esteve nesta terça-feira (5) com o secretário de Estado de Saúde, Marcellus Campêlo, no Instituto da Mulher Dona Lindu (IMDL), onde o Governo do Estado está convertendo 13 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 46 de enfermaria para o atendimento exclusivo de mulheres com a Covid-19.

O médico se disse a favor da iniciativa, que, para ele, é coerente, considerando que os leitos serão ocupados por pacientes que têm o perfil do IMDL, em espaço segregado dos demais pacientes da unidade.

“Só para esclarecer, esses novos leitos não são uma porta aberta para todos. É para as pacientes que fazem parte do protocolo de atendimento desse instituto e que são positivas para Covid-19. Então, nada melhor que uma paciente da ginecologia e da obstetrícia ser atendida por profissional especialista, dentro do hospital que é referência para tal. E, hoje, a Covid-19 vai fazer parte de todas as especialidades”, ponderou.

O secretário Marcellus Campêlo ressaltou que a ala exclusiva para Covid-19, no segundo andar do Instituto da Mulher Dona Lindu, obedece ao protocolo de segregação da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM).

“Nós precisamos receber essa paciente de uma forma segura, segregada, com equipes de saúde e pacientes exclusivos para esse andar. Não haverá circulação de um andar para outro. Temos, aqui, a oportunidade de dotar o instituto de mais estrutura, que ficará como legado e, principalmente, agora com o conhecimento do Conselho Regional de Medicina, que está aprovando esse modelo”, disse o secretário.

Leia Mais

Amazonas

David garante R$ 112 milhões para abastecimento de água, energia solar e construção de banheiros em Manaus

Publicado

em

Prefeito eleito iniciou processo de destravamento de acesso aos ministérios para a Prefeitura de Manaus

O prefeito eleito de Manaus, David Almeida (Avante), iniciou sua primeira agenda oficial em Brasília, na manhã dessa terça-feira (12) pela Fundação Nacional de Saúde (FUNASA), onde conseguiu R$ 104 milhões para serem investidos em obras na zona rural de Manaus, já em 2021. Além disso ele também conseguiu acesso a outros R$ 8 milhões que vão ser investidos na construção de sistemas de geração de energia solar fotovoltaica.

Segundo David Almeida, dos recursos já acertados para Manaus, R$ 97 milhões vão ser usados em obras destinadas a garantir o acesso à água potável às famílias que moram na periferia de Manaus e na área rural, outros R$ 8 milhões para a implantação de sistema de energia solar e R$ 7 milhões na construção de banheiros em diversas residências, para proporcionar uma melhor qualidade de vida, conforto e bem-estar às pessoas.

O prefeito eleito fez questão de ressaltar que está em Brasília com o objetivo “de destravar o acesso a todos os ministérios” e formalizar as parcerias necessárias à implementação de projetos e ações destinadas a trasformar e preparar Manaus para o futuro.

“Estamos iniciando um trabalho destinado a destravar todos os acessos em Brasília para a Prefeitura de Manaus, porque entendemos que dessa forma vamos conseguir viabilizar e agilizar a implantação de diversos programas e projetos em nossa cidade”, afirmou David Almeida, destacando o “importante e comprometido apoio da bancada federal” aos pleitos da Prefeitura de Manaus.

Na agenda oficial também estão previstas visitas ao Congresso Nacional e a alguns ministérios, para conversar com parlamentares da bancada federal do Amazonas, sobre algumas prioridades da gestão David Almeida e Marcos Rotta, bem como a técnicos do governo federal, para buscar mais informações sobre os diversos programas federais que podem destinar recursos para a capital do Amazonas e agilizar a execução de projetos, particularmente na área da habitação, saúde, mobilidade urbana e infraestrutura básica.

Leia Mais

Mais lidas