Connect with us

Amazonas

Família de menino que morreu afogado no interior do AM denuncia demora para liberação de corpo

Publicado

em

Corpo foi encontrado pelos próprios familiares, após três dias desaparecido, por conta de falta de bombeiros mergulhadores. Família denuncia que IML requer exame de DNA para comprovar identidade. Resultado deve sair em três meses.

A família do pequeno João Gabriel, de 12 anos, que teve o corpo encontrado por familiares nessa sexta-feira (2), no Careiro da Várzea, distante 25 Km de Manaus, denunciou a demora para a liberação do corpo por parte do Instituto Médico Legal (IML). Segundo eles, os legistas informaram que precisam fazer de um exame de DNA para liberar o corpo da criança, mas o resultado deve sair em três meses.

O menino estava em uma embarcação quando um deslizamento de um barranco às margens do Rio Solimões virou a canoa em que ele estava com familiares e amigos, na quarta-feira (30). A maior parte das buscas pelo corpo foi realizada pelos próprios familiares, por conta de falta de bombeiros mergulhadores disponíveis.

 O tio de João Gabriel, Darlen Pucu, informou que os pais da criança foram surpreendidos com a informação do IML de que, antes de liberarem o corpo, seria necessário fazer o exame de DNA para comprovar a identidade da criança.

“A minha irmã foi no IML e ao chegar lá o legista falou que não poderia liberar o corpo assim, sendo que nós já reconhecemos ele. Fomos nós que o encontramos, ele estava com a mesma roupa do dia do acidente e não tem justificativa, porque ele foi o único que não voltou à superfície depois do deslizamento. Se outras pessoas tivessem desaparecido, justificava. Mas isso não aconteceu”, desabafou.

De acordo com Darlen, parte do rosto do menino foi comido por peixes. No entanto, mesmo com a dificuldade para reconhecer, a família não tem dúvidas de que o corpo encontrado é de João.

A demora aumenta o sofrimento da família, que deseja fazer um enterro digno para a criança o quanto antes.

“Não basta o sofrimento da família, ainda tem isso? Queremos dar um enterro digno, fazer uma última homenagem, mas não estão nos dando essa oportunidade, esse direito que é nosso. O corpo dele foi mordido por peixes, nós vimos, afinal, fomos nós que o encontramos. Até nisso tivemos dificuldade. Não tivemos ajuda de bombeiros, de ninguém. E agora mais isso?”, questionou.

Por meio de nota, o Instituto Médico Legal (IML) informou que a liberação de um corpo exige cuidados necessários e o processo está ocorrendo dentro do período previsto. “Vale destacar que a liberação de um corpo sem identificação, ao contrário de um adulto, requer cuidados ainda maiores”, disse.

Conforme o instituto, a direção orienta que os familiares compareçam ao IML a partir de segunda-feira (5) com registros fotográficos do adolescente. Também se for possível apresentar um odontograma, que é obtido em qualquer clínica odontológica em que ele tenha feito algum tratamento, o processo será ainda mais célere, com possibilidade de liberação no mesmo dia.

Amazonas

Dupla é presa por tráfico de drogas na zona norte de Manaus

Publicado

em

Com a dupla foi apreendido diversas porções de entorpecentes, um simulacro de arma de fogo e um celular

Dois homens de 26 e 36 anos, foram presos na madrugada desta segunda-feira (25), por tráfico de drogas na rua 85, Comunidade Invasão dos Índios, bairro Cidade Nova, zona norte de Manaus.

De acordo com o primeiro-tenente, sub-comandante da 6ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), identificado como Félix, a guarnição recebeu uma denúncia, por volta de 5h10, informando que dois homens estariam comercializando entorpecentes na rua 85.

“Os policiais foram até o local mencionando na denúncia e lá encontraram os suspeitos. Um deles ainda tentou fugir, mas foi capturado e rendido pelos policiais da 6ª Cicom. Foi dada voz de prisão e vários materiais foram apreendidos com a dupla”, disse.

Os homens estavam em posse de 28 porções de maconha, 12 porções de oxi, três porções pequenas de maconha, duas pedras grandes de oxi, três porções de cocaína, R$130 em espécie, uma balança de precisão, um simulacro de arma de fogo e um celular.

A dupla e os materiais apreendidos foram apresentados no 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP), para os procedimentos cabíveis.

 

Leia Mais

Amazonas

Homem flagra idoso estuprando criança de 10 anos, em Manaus

Publicado

em

Testemunha ouviu gritos em área de mata, presenciou crime e acionou a polícia. Abusador é marido da vó da vítima, segundo PM

Um idoso foi preso por estuprar uma menina de 10 anos na manhã deste domingo (20). O crime aconteceu por volta das 8h em uma área de mata próxima de um shopping, localizado no bairro Monte das Oliveiras, zona norte de Manaus.

Um homem que passava próximo ao local ouviu gritos da criança e se aproximou cuidadosamente e conseguiu flagrar o idoso cometendo o estupro. A testemunha compareceu à Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca).

“A princípio eu pensava que era um casal tendo relações mas achei estranho porque percebi que os gritos pareciam de uma criança e flagrei ele que quando percebeu tentou fugir”, afirmou o autônomo Venaldo Oliveira que testemunhou o crime.

O idoso tentou fugir mas foi preso por policiais da 26° Companhia Interativa Comunitária (Cicom) que realizava patrulhamento no local. Segundo o tenente Ricardo Lima, o idoso é marido da avó da menina.

“A criança mora no Novo Israel mas ele estava com ela pois iam catar latinhas no local. Ele não é parente de sangue da criança mas é padrasto da mãe dela”, disse o tenente Lima.

Fonte: D24am.

Leia Mais

Amazonas

Polícia prende jovem que efetuou disparos contra policias civis, na zona leste de Manaus

Publicado

em

O jovem foi abordado e recebeu voz de prisão após ser reconhecido pelos policiais que estavam em diligências

Paulo Henrique da Silva Teles, 20, foi preso em flagrante na tarde desta quinta-feira (21), após efetuar disparos de arma de fogo contra uma equipe policial da Unidade de Apuração de Ilícitos Penais (UAIP) da instituição.

Conforme o delegado Torquato Mozer, titular do 30º Distrito Integrado de Polícia (DIP), por volta das 11h, dois policiais da UAIP saíram para realizar diligências em torno de um Inquérito Policial (IPL) sobre intervenção policial na comunidade Coliseu, bairro Jorge Teixeira, zona leste de Manaus, quando foram recebidos com disparos de arma de fogo efetuados por Paulo Henrique.

“Após o ato criminoso, a equipe da UAIP compareceu ao 30º DIP, por volta de 12h, nos informando que foram até aquela região para buscar testemunhas de um IPL, envolvendo também policiais que em outro momento foram recebidos com tiros naquele lugar”, comentou o delegado.

De acordo com a autoridade policial, depois da denúncia a equipe do 30º DIP, de imediato, se deslocou à comunidade, com apoio da equipe do grupo Fera, onde realizaram a abordagem do autor.

Segundo o titular, o jovem foi abordado e recebeu voz de prisão após ser reconhecido pelos policiais que estavam em diligências pela UAIP.

Paulo Henrique irá responder pelo crime de tentativa de homicídio. Após os procedimentos cabíveis ele será encaminhado à Central de Recebimento e Triagem (CRT) e ficará à disposição da Justiça.

Leia Mais

Mais lidas