Connect with us

Polícia

Filha da primeira-dama participou do crime e foi chamada a depor sobre o Caso Flávio

Publicado

em

Paola Molina Valeiko, filha da primeira-dama de Manaus, Elisabeth Valeiko, chegou na manhã desta terça-feira (22), por volta das 10h45, na sede da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), para prestar depoimento sobre a morte do engenheiro Flávio Rodrigues, encontrado morto no dia 30 de setembro em um terreno no Tarumã, na Zona Oeste de Manaus.

A irmã de Alejandro Valeiko, um dos suspeitos presos de ter ligação com o crime, não quis falar com a imprensa. Ela chegou acompanhada por dois advogados, entre eles Félix Valois, um dos responsáveis pela defesa de Alejandro.

Paola foi uma das primeiras pessoas que foram ao local onde teria ocorrido o suposto sequestro do engenheiro – encontrado posteriormente morto – no condomínio Passaredo, na residência de Alejandro. Segundo a primeira-dama de Manaus, a filha chegou a limpar o sangue que estava no imóvel.

Questionado sobre o ocorrido, Félix disse desconhecer o fato. Ao ser informado que chegou a ser vinculado, em uma reportagem nacional, a própria primeira-dama afirmando que a filha limpou o sangue do imóvel, ele declarou: “Então passou. A obrigação da polícia era isolar o local. Não isolou. Quem vai deixar a casa suja? A casa tá suja, tem que limpar”.

Ontem, a Elisabeth Valeiko passou mais de duas horas na sede da DEHS, onde prestou depoimento no início da noite de segunda-feira (21). Sobre o que foi dito, Félix informou que não pode relatar nada por conta do inquérito estar em segredo de Justiça. Ele apenas citou que a primeira-dama estava tensa e nervosa durante os esclarecimentos, o que, segundo ele, é algo natural.

*Colaborou o repórter Bruno Fonseca.

Leia Mais
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 4 =

Manaus

Em Manaus, 250 quilos de maconha são apreendidos dentro de carro

Publicado

em

Em Manaus, dois homens foram presos e 250 quilos de maconha apreendidos durante uma fiscalização em veículos na ponte Rio Negro.

A prisão aconteceu por volta das 19h, de segunda-feira (9).

De acordo com o Departamento de Repressão ao crime organizado (DRCO), da Polícia Civil, a operação aconteceu após denuncias anônimas, que informaram que os homens fariam o transporte do material de Manacapuru para Manaus. As drogas foram apreendidas em um veículo, modelo Jeep.

Os homens foram presos por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Leia Mais

Manaus

Motorista de aplicativo é preso suspeito de assaltar passageiros em Manaus

Publicado

em

Um motorista de aplicativo de 44 anos foi preso, nessa segunda-feira (9), suspeito de assaltar os próprios passageiros, em Manaus. Outro homem, apontado como comparsa do motorista, também foi preso.

De acordo com a Polícia Civil, a dupla fez pelo menos 10 vítimas. Durante as corridas por aplicativo, o motorista levava os passageiros para uma rua mais afastada, onde anunciava o assalto.

Enquanto isso, o comparsa acompanhava a corrida em uma moto, e só se aproximava do carro no momento do assalto.

“O suspeito que ficava na motocicleta, inclusive, usava um colete de mototaxista, quando o carro desacelerava ele se aproximava , eles queriam o celular pra fazer transferências via PIX”, informou o delegado Denis Pinho, responsável por investigar o caso.

Segundo as investigações que apuram o caso, só uma das vítimas foi obrigado a transferir cerca de R$45 mil para a conta utilizada pelos suspeitos.

O carro utilizado pela dupla também foi apreendido. Em depoimento à polícia, eles confessaram os crimes.

Uma terceira pessoa também foi presa por receptação. A polícia afirma que ela foi encontrada com um dos celulares roubados pela dupla.

Conforme o delegado, as investigações seguem em andamento.

Leia Mais

Amazonas

Homem é preso suspeito de abusar de duas crianças em banheiro de bar no interior do AM

Publicado

em

Um homem de 38 anos foi preso, no domingo (8), suspeito de abusar sexualmente de duas meninas de 8 e 9 anos, no banheiro de uma bar, em Manacapuru (distante 70 quilômetros de Manaus).

Segundo a polícia, o bar fica localizado no Balneário do Miriti. Na ocasião, o suspeito aproveitou que as duas meninas entraram sozinhas no banheiro para abusá-las. Ele chegou a tentar tirar as roupas da menina mais velha.

Entretanto, quando percebeu que havia sido flagrado por outros adultos, o homem tentou fugir, mas foi detido e agredido por populares.

O suspeito foi levado à Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Manacapuru, e deverá responder por abuso sexual infantil.

Leia Mais

Mais lidas