Connect with us

Amazonas

Hotel Tropical voltará a ser leiloado após empresas desistirem de disputa

Publicado

em

Justiça determinou multa pelo não cumprimento do acordo firmado nas ofertas. Tribunal também informou que não há data marcada para próximo leilão.
A Justiça do Rio de Janeiro determinou a realização de um novo leilão do Hotel Tropical, em Manaus, após as três empresas que fizeram oferta de compra do complexo, em fevereiro deste ano, desistirem do arremate. Um dos hotéis mais luxosos da Amazônia em seu auge, o Hotel Tropical veio a falência e deixou de receber visitantes em maio do ano passado. Ainda não há data para um próximo leilão.

Inaugurado nos anos 70, o Hotel Tropical fazia parte do grupo Varig, que, na época, era a principal empresa aérea do Brasil. Os 611 apartamentos viviam lotados de celebridades que pousavam na Amazônia. Mas, a falência da Varig também derrubou o grande hotel da selva.

O primeiro leilão do Hotel ocorreu no dia de 11 de fevereiro deste ano. No entanto, o vencedor do leilão não pagou o valor acordado no arremate do imóvel. No dia 3 de março, o juiz Paulo Assed Estefan assim despachou:

“O Sr. Leiloeiro traz notícia de inadimplemento por parte do proponente que ofereceu o maior lance. Como previsto no Edital e consta do próprio auto de arrematação, isso desqualifica o vencedor e abre chance para a segunda maior oferta. Nesse panorama, concedo a Geretepaua Engenharia Ltda. a oportunidade de realizar o pagamento relativo ao seu lance (R$255.000.000,00 – duzentos e cinquenta e cinco milhões de reais)”.

A empresa Geretepaua Engenharia LTDA, que apresentou a segunda maior proposta do leilão, então foi chamada, mas explicou que “as alterações econômicas trazidas pela pandemia da Covid-19 tornou sua proposta insustentável”.

A desistência da empresa foi apresentada no dia 15 de abril e a juíza Maria Cristina de Brito Lima, da 4ª Vara Empresarial do tribunal, em um despacho proferido no dia 24 de agosto, entendeu que a decisão ocorreu por motivos de força maior, o que justificou a retirada da oferta.

A terceira licitante, a empresa Nyata Serviços Financeiros LTDA/Agropecuária Brilhante LTDA, também não pagou o lance dado no leilão e, segundo o TJ-RJ, não apresentou justificativas sobre o não pagamento.

No despacho do dia 24 de agosto, a juíza Maria Cristina de Brito Lima estipulou uma multa de 20% sobre o lance oferecido pelas empresas, a ser depositado em conta judicial a favor do Hotel. Segundo o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, o administrador judicial dos bens do hotel foi notificado sobre a desistência dos três licitantes, e será feita um a nova oferta pública.

Amazonas

Homem é espancado até a morte após roubo na zona leste de Manaus

Publicado

em

Um homem, morreu após não resistir aos ferimentos de uma agressão física, no bairro Jorge Teixeira, zona leste de Manaus. Ele estaria furtando cabos junto com um comparsa, que segue internado em estado grave.

De acordo com a 30ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), a guarnição recebeu uma denúncia na madrugada de terça-feira (26), de que populares estariam agredido dois jovens que estavam furtando os cabos de fibra óptica.

Ao chegarem no local, já encontraram os suspeitos muito machucados, por isso, os policiais acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), que levaram a dupla para o Hospital e Pronto-Socorro (HPS) João Lúcio.

Um deles, acabou não resistindo aos ferimentos e morreu na unidade hospitalar, onde o corpo foi removido pelo Instituto Médico Legal (IML), na manhã desta quarta-feira (27). O comparsa segue internado no João Lúcio.

O caso já foi registrado na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), que aguarda a identificação da vítima para continuar as investigações sobre o caso.

 

Leia Mais

Amazonas

Agricultor é preso por abusar sexualmente de enteadas durante dez anos no Amazonas

Publicado

em

Segundo a polícia, o suspeito ficava observando as vítimas tomarem banho e tocava em suas partes íntimas, enquanto elas dormiam

Um agricultor de 31 anos foi preso, na manhã desta segunda-feira (25), por volta das 9h, em cumprimento de mandado de prisão preventiva pelos crimes de importunação sexual e estupro de vulnerável, em Santa Isabel do Rio Negro (a 630 quilômetros a noroeste de Manaus). As vítimas foram as duas enteadas do homem, que sofreram abusos durante dez anos.

De acordo com o delegado Aldiney Nogueira, as enteadas foram abusadas pelo próprio padrasto, entre os anos de 2010 e 2020. O suspeito ficava observando as vítimas tomarem banho e também tocava em suas partes íntimas, enquanto elas se preparavam para dormir.

“Em pelo menos duas ocasiões, ele tentou tirar a roupa das vítimas a força. Durante esse período todo, elas não se sentiram encorajadas a denunciar, uma vítima não sabia que a outra sofria os mesmos tipos de abusos e essa cadeia de abuso foi interrompida, porque uma das vítimas, que hoje tem uma filha de seis anos, ouviu dessa filha que ela também já estava sofrendo abusos sexuais semelhantes ao que ela sofreu”, explicou o delegado.

As duas irmãs foram até o Conselho Tutelar do município e relataram o que passaram durante dez anos, segundo a polícia, durante interrogatório, o suspeito confessou o crime. O agricultor foi preso e ficará na carceragem da 76ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP).

Fonte: D24am.

Leia Mais

Amazonas

Dupla é presa por tráfico de drogas na zona norte de Manaus

Publicado

em

Com a dupla foi apreendido diversas porções de entorpecentes, um simulacro de arma de fogo e um celular

Dois homens de 26 e 36 anos, foram presos na madrugada desta segunda-feira (25), por tráfico de drogas na rua 85, Comunidade Invasão dos Índios, bairro Cidade Nova, zona norte de Manaus.

De acordo com o primeiro-tenente, sub-comandante da 6ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), identificado como Félix, a guarnição recebeu uma denúncia, por volta de 5h10, informando que dois homens estariam comercializando entorpecentes na rua 85.

“Os policiais foram até o local mencionando na denúncia e lá encontraram os suspeitos. Um deles ainda tentou fugir, mas foi capturado e rendido pelos policiais da 6ª Cicom. Foi dada voz de prisão e vários materiais foram apreendidos com a dupla”, disse.

Os homens estavam em posse de 28 porções de maconha, 12 porções de oxi, três porções pequenas de maconha, duas pedras grandes de oxi, três porções de cocaína, R$130 em espécie, uma balança de precisão, um simulacro de arma de fogo e um celular.

A dupla e os materiais apreendidos foram apresentados no 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP), para os procedimentos cabíveis.

 

Leia Mais

Mais lidas