Anvisa revoga recolhimento da losartana e diz que remédio é seguro

Brasil – A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) revogou, nesta terça-feira (12/7), a decisão de recolher de forma preventiva lotes do medicamento losartana, usado para controle de hipertensão. A medida havia sido anunciada em 23 de junho após detectarem altos níveis da impureza “azido”, que é considerada cancerígena, nas pílulas.

A Anvisa informou que reverteu a medida após receber, na última quinta-feira (7/7), novos daos científicos solicitados à agência regulatória europeia European Medicines Agency (EMA).

Segundo a agência, os estudos reclassificaram a impureza como “não mutagênica”, ou seja, sem a toxicidade identificada inicialmente e permitiram recalcular os limites de segurança.

“Reafirma-se que os medicamentos contendo losartana são seguros e que os pacientes que fazem uso desses medicamentos devem continuar utilizando-os normalmente”, diz a Anvisa.

“Após a publicação de uma medida preventiva, a Anvisa continua buscando informações e mantém uma avaliação constante da situação. No caso da losartana, após a análise dos novos dados, foi possível reverter a decisão”, disse a Anvisa em nota.

Solicitação de contato

Preencha os dados abaixo e em breve um de nossos consultores irá entrar em contato com você oferecendo as melhores oportunidades para anunciar sua marca conosco.