Homem invade casa e mata ex-esposa e antiga sogra um mês após separação

Brasil – Um homem identificado por Hervane Carlos de Jesus Rezende, de 35 anos, é o principal suspeito de cometer um crime bárbaro na tarde desta terça-feira (12), no bairro Progresso, em Brumadinho, Minas Gerais. O suspeito invadiu a casa da família da ex-esposa e matado ela e a ex-sogra.

Nisimara Pereira da Silva, ex-companheira de Hervane, e a mãe dela, Adalcida Pereira de Araújo, foram socorridas para a UPA de Brumadinho, mas não resistiram aos ferimentos e tiveram a morte confirmada na unidade de saúde.

Nisiquele Pereira de Araújo e Nisiane Mary Pereira de Araújo foram transferidas para o Hospital Regional de Betim, também na Grande BH. Nisiane também não resistiu e morreu no hospital.

Celso de Araújo, pai de Nisimara, foi socorrido para o Hospital da Unimed, em Betim. Segundo a PM, ele não corre risco de morrer.

Hervane também atirou nas duas ex-cunhadas e no ex-sogro. Segundo as informações, as outras vítimas foram socorridas para a UPA de Brumadinho. As duas irmãs estão em estado grave. Já o pai da vítima segue internado, mas fora de risco.
De acordo com a Polícia Militar, diversas equipes seguem as buscas pelo atirador na região.
A operação conta com a ajuda de um helicóptero e cães farejadores. Testemunhas disseram que ele teria fugido em direção a cidade de Rio Manso. Segundo familiares das vítimas, o crime teria sido motivado pelo fim do relacionamento do casal. 

O crime

De acordo com a polícia, Hervane e Nisimara estavam separados há 30 dias. O homem esteve na casa da ex nesta tarde para buscar os filhos de 5 e 7 anos. Durante o encontro, acabou se desentendendo com uma das irmãs de Nisimara e, então, afirmou que mataria toda a família.

O suspeito foi até o carro dele, estacionado em frente à casa, e pegou uma arma. Os parentes de Nisimara tentaram impedir o crime, mas acabaram atingidos pelos disparos.

Ainda segundo a PM, vizinhos contaram que o homem é violento e fazia constantes ameaças à família. Porém, os moradores não acreditavam que ele seria capaz de cometer qualquer crime. Não há registros envolvendo o suspeito e as vítimas.

A polícia informou que o suspeito fugiu armado e a pé, abandonando o carro, onde ele havia guardado o restante da munição.

Testemunhas contaram que ele seguiu em direção ao rio Paraopeba, nas proximidades do local do crime. Militares fazem buscas na região com apoio de cães farejadores e do helicóptero da corporação.

Os policiais encontraram o registro da arma utilizada por Hervane. Ele não tem antecedentes criminais.

Solicitação de contato

Preencha os dados abaixo e em breve um de nossos consultores irá entrar em contato com você oferecendo as melhores oportunidades para anunciar sua marca conosco.