Connect with us

Polícia

Justiça irá retomar audiência sobre morte de Miss Manicoré após laudo descartar transtornos mentais de suspeito

Publicado

em

Kimberly Karen Mota de Oliveira foi assassinada a facadas em maio deste ano. Namorado fugiu para Roraima e confessou crime após prisão.

A Justiça irá retomar as audiências sobre a morte da Miss Manicoré, Kimberly Karen Mota de Oliveira, de 22 anos, após laudo médico descartar que o suspeito do crime, Rafael Fernandes Rodrigues, de 31 anos, tenha transtornos mentais. Ele era namorado da miss e confessou que o assassinato foi motivado por ciúmes.

O corpo de Kimberly foi encontrado no apartamento do namorado, no Centro de Manaus, no dia 12 de maio. Ele fugiu para Boa Vista (RR) pela BR-174, capotou o carro na estrada, mas conseguiu se esconder até o dia 15 de maio, quando foi preso em Pacaraima, região Norte de Roraima, na fronteira com a Venezuela.

Conforme o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), o juiz titular da 2ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Manaus, Anésio Rocha Pinheiro, homologou o laudo pericial junto aos autos do processo e declarou imputabilidade do réu, determinando prosseguindo da ação penal.

Rafael Rodrigues foi preso em um barraco numa área de mata em Pacaraima, na fronteira com a Venezuela. — Foto: Arquivo pessoal

A ação penal estava suspensa até o processo de Incidente de Insanidade Mental ser encerrado. A defesa de Rafael Fernandez Rodrigues havia solicitado a realização de exames médicos psiquiátricos alegando que ele apresentava transtornos mentais. Porém, os exames apontaram que, mentalmente, o acusado é perfeitamente são, segundo o TJAM.

Agora, como já foi oferecida denúncia pelo Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE), o próximo passo será a realização de audiências para a instrução do processo, que serão pautadas pela 2ª Vara do Tribunal do Júri. Nessas audiências serão ouvidas as testemunhas de acusação, de defesa e o acusado.

Concluída esta etapa do processo, serão feitas as alegações finais que serão analisadas pelo juiz, que irá proferir a Sentença de Pronúncia, na qual decide se o réu vai ou não a júri popular. Se for pronunciado, o processo será pautado para julgamento em plenário.

Todas as unidades jurisdicionais com competência criminal do TJAM, do 1º Grau, vão iniciar as atividades presenciais no próximo dia 5 de outubro. As datas para as audiência do caso da Miss Manicoré não foram divulgadas.

Rafael Fernandez Rodrigues foi denunciado pelo Ministério Público do Estado do Amazonas e vai responder pelo crime de homicídio qualificado (motivo torpe e recurso que tornou impossível a defesa da vítima).

Manaus

Homem é perseguido e morto a tiros em beco no bairro Compensa, em Manaus

Publicado

em

Um homem de 27 anos foi morto a tiros em um beco na rua Rui Barbosa, no bairro Compensa, Zona Oeste de Manaus, na madrugada deste sábado (21). Segundo a polícia, criminosos seguiram a vítima, cometeram o crime e fugiram.

De acordo com a 8ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), familiares do homem contaram que ele estava no local, quando os atiradores chegaram. A vítima tentou fugir, mas foi perseguida pelo grupo e baleada diversas vezes.

Ele morreu no local dos disparos. Os atiradores fugiram sem ser identificados.

Ainda segundo a 8ª Cicom, o homem que foi morto tinha passagens pela polícia pelo crime de tráfico de drogas.

O corpo da vítima foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) e a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) deve investigar o caso.

Leia Mais

Amazonas

Homem é preso suspeito de participar de latrocínio em Anamã, no AM

Publicado

em

Um homem de 22 anos foi preso suspeito de participar de um latrocínio, roubo seguido de morte, no município de Anamã, no interior do Amazonas. Segundo a polícia, outros três suspeitos de participação no crime já tinham sido presos anteriormente.

De acordo com investigador do 81ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), de Anamã, Francisco Jaime Brito, o crime de latrocínio ocorreu no dia 14 de fevereiro deste ano, naquele município.

“Durante a 1ª fase da operação, chegamos à identidade de três suspeitos que foram presos no dia 28 de abril deste ano, em cumprimento a mandados de prisão preventiva em desfavor deles, pelo envolvimento na ação criminosa”, explicou o investigador.

As investigações sobre o crime seguiram e a polícia constatou a participação de um quarto envolvido no crime. Um mandado de prisão temporária foi solicitado à Justiça em nome dele.

“A ordem judicial foi expedida pela juíza Larissa Padilha Roriz Penna, da comarca de Anamã, e na tarde desta quinta, as equipes policiais da delegacia, efetuaram a prisão do indivíduo, em cumprimento a decisão judicial em desfavor dele”, disse Jaime Brito.

O suspeito irá responder pelo crime de latrocínio. Ele foi transferido para uma unidade prisional de Manaus, onde ficará à disposição da Justiça.

Leia Mais

Manaus

Em Manaus, 250 quilos de maconha são apreendidos dentro de carro

Publicado

em

Em Manaus, dois homens foram presos e 250 quilos de maconha apreendidos durante uma fiscalização em veículos na ponte Rio Negro.

A prisão aconteceu por volta das 19h, de segunda-feira (9).

De acordo com o Departamento de Repressão ao crime organizado (DRCO), da Polícia Civil, a operação aconteceu após denuncias anônimas, que informaram que os homens fariam o transporte do material de Manacapuru para Manaus. As drogas foram apreendidas em um veículo, modelo Jeep.

Os homens foram presos por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Leia Mais

Mais lidas