" >Justiça irá retomar audiência sobre morte de Miss Manicoré após laudo descartar transtornos mentais de suspeito – Acorda manaus
Connect with us

Polícia

Justiça irá retomar audiência sobre morte de Miss Manicoré após laudo descartar transtornos mentais de suspeito

Published

on

Kimberly Karen Mota de Oliveira foi assassinada a facadas em maio deste ano. Namorado fugiu para Roraima e confessou crime após prisão.

A Justiça irá retomar as audiências sobre a morte da Miss Manicoré, Kimberly Karen Mota de Oliveira, de 22 anos, após laudo médico descartar que o suspeito do crime, Rafael Fernandes Rodrigues, de 31 anos, tenha transtornos mentais. Ele era namorado da miss e confessou que o assassinato foi motivado por ciúmes.

O corpo de Kimberly foi encontrado no apartamento do namorado, no Centro de Manaus, no dia 12 de maio. Ele fugiu para Boa Vista (RR) pela BR-174, capotou o carro na estrada, mas conseguiu se esconder até o dia 15 de maio, quando foi preso em Pacaraima, região Norte de Roraima, na fronteira com a Venezuela.

Conforme o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), o juiz titular da 2ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Manaus, Anésio Rocha Pinheiro, homologou o laudo pericial junto aos autos do processo e declarou imputabilidade do réu, determinando prosseguindo da ação penal.

Rafael Rodrigues foi preso em um barraco numa área de mata em Pacaraima, na fronteira com a Venezuela. — Foto: Arquivo pessoal

A ação penal estava suspensa até o processo de Incidente de Insanidade Mental ser encerrado. A defesa de Rafael Fernandez Rodrigues havia solicitado a realização de exames médicos psiquiátricos alegando que ele apresentava transtornos mentais. Porém, os exames apontaram que, mentalmente, o acusado é perfeitamente são, segundo o TJAM.

Agora, como já foi oferecida denúncia pelo Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE), o próximo passo será a realização de audiências para a instrução do processo, que serão pautadas pela 2ª Vara do Tribunal do Júri. Nessas audiências serão ouvidas as testemunhas de acusação, de defesa e o acusado.

Concluída esta etapa do processo, serão feitas as alegações finais que serão analisadas pelo juiz, que irá proferir a Sentença de Pronúncia, na qual decide se o réu vai ou não a júri popular. Se for pronunciado, o processo será pautado para julgamento em plenário.

Todas as unidades jurisdicionais com competência criminal do TJAM, do 1º Grau, vão iniciar as atividades presenciais no próximo dia 5 de outubro. As datas para as audiência do caso da Miss Manicoré não foram divulgadas.

Rafael Fernandez Rodrigues foi denunciado pelo Ministério Público do Estado do Amazonas e vai responder pelo crime de homicídio qualificado (motivo torpe e recurso que tornou impossível a defesa da vítima).

Manaus

Motorista de aplicativo se joga de carro e foge de assaltantes após sequestro relâmpago; três são presos em Manaus

Published

on

Caso aconteceu no início da madrugada desta terça-feira (1°).

Um motorista de aplicativo, de 29 anos, foi vítima de roubo e sequestro relâmpago no início da madrugada desta terça-feira (1°), em Manaus. De acordo com a polícia, três homens foram presos suspeitos de participação no crime.

De acordo com a Polícia Militar, o caso teve início por volta de 0h30 na Avenida Tenente Roxana Bonates, conhecida como avenida Igarapé do Passarinho, no bairro Novo Israel, após o motorista iniciar uma corrida.

Durante a corrida, os suspeitos anunciaram o assalto utilizando uma escopeta calibre 12, de fabricação caseira.

Ainda de acordo com a polícia, os assaltantes tentaram colocar o motorista dentro do porta-malas, mas nesse momento, o homem se jogou e conseguiu fugir.

Motorista de aplicativo se joga de carro e foge de assaltantes após sequestro relâmpago; três são presos em Manaus — Foto: Polícia Militar/Divulgação

O motorista de aplicativo pediu socorro de policiais militares, e os suspeitos fugiram em direção ao bairro Santa Etelvina.

A Polícia Militar informou que rastreou o veículo da vítima por meio do celular do motorista que ficou dentro do carro.

A localização foi identificada na Rua das Laranjeiras, no bairro Monte das Oliveiras, próximo a um shopping. Dois homens de 30 e 18 anos foram detidos dentro do veículo.

Segundo a polícia, os homens jogaram a chave e o celular da vítima em uma área de mato. Os objetos foram encontrados horas depois.

Depois de ser preso, um dos suspeitos informou que um terceiro envolvido, de 20 anos, estava com a arma usada no crime. Ele foi deixado na Rua Achuarana, no Monte das Oliveiras. A polícia foi até o local e avistou o homem, que tentou correr ao perceber a chegada dos policiais. Ele jogou a arma utilizada no crime.

O trio foi preso em flagrante. Alguns motoristas de aplicativo tentaram agredir os suspeitos no momento da prisão.

Continue Reading

Manaus

Homem é preso com drogas e arma caseira em Manaus

Published

on

Ele tentou fugir ao avistar equipe policial. Material apreendido estava em uma sacola.

Um homem foi preso com drogas e uma arma de fabricação caseira, na madrugada deste sábado (28), no bairro Terra Nova 2, em Manaus.

O homem foi abordado quando tentou fugir ao perceber a aproximação de uma equipe que fazia patrulhamento na região. Ele carregava uma sacola em que estava a arma, um celular, trouxas de maconha, cocaína e oxi.

O suspeito e o material foram encaminhados ao 6° Distrito Integrado de Polícia (DIP)

Continue Reading

Manaus

Homem é preso suspeito de se passar por policial civil em Manaus

Published

on

Carro adulterado, pistola, farda policial e documento de identificação falso foram apreendidos com suspeito.

Um homem de 31 anos foi preso suspeito de se passar por policial civil, na Zona Centro-Oeste de Manaus, na tarde desta terça-feira (31).

Com ele foram apreendidos um documento de identificação falsificado, uma pistola, uma farda policial, além de um carro com sirene e rádio, ou seja, uma viatura falsa, segundo a polícia.

Ele foi preso ao sair de uma academia, após a polícia receber uma denúncia anônima. A polícia informou que ainda não é possível afirmar se o homem se passava por policial para cometer algum tipo de crime, mas disse que investiga o caso.

Segundo o delegado titular do 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Denis Pinho, uma investigação mais ampla já foi aberta para apurar as circunstâncias e a motivação do crime.

“Vamos continuar as investigações sobre o caso para saber quais as intenções dele ao usar uniformes de instituições policiais. Não dá para afirmar se ele estava se passando por policial para cometer crimes ou se tinha alguma paixão platônica pela polícia civil”, disse.

O suspeito vai responder pelos crime de falsa identidade e contravenção penal, por utilizar uniformes de instituições policiais. A pena para este tipo de crime pode chegar a até dois anos de prisão.

Continue Reading

Mais lidas