Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Mães do Enem enfrentam longa espera por saída de filhos em Manaus: ‘é hora de mostrar apoio’

Mães aguardam filho na saída de local de prova do Enem em Manaus — Foto: Bianca Fatim, g1 AM

Mães do Enem enfrentam calor de 40°C para apoiar seus filhos nas provas

Apesar das altas temperaturas, um grupo de mães demonstrou seu amor e apoio incondicional aos filhos durante o segundo dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio 2023, em Manaus. Conhecidas como as “mães do Enem”, Maria Antônia, Eliana Lyra e Miriam Borges se reuniram em frente à Escola Estadual Marcantonio Vilaça II (CMPM II) com um propósito em comum: aguardar pacientemente enquanto os filhos realizavam a avaliação, garantindo que pudessem retornar em segurança para casa.

Entre conversas animadas e trocas de experiências, essas mulheres lutaram contra o calor escaldante que atingiu a sensação térmica de 40°C. No entanto, para elas, o bem-estar dos filhos falava mais alto do que qualquer incômodo causado pela temperatura. Maria Antônia, dona de casa, revelou ao g1 que seu principal objetivo era oferecer apoio e incentivo à sua filha Giovana, de apenas 17 anos, que sonha em ser arquiteta.

“Ser mãe é estar ao lado e apoiar nossos filhos em suas conquistas. O sonho da Giovana é se tornar arquiteta, e acompanhá-la nas provas do Enem é a forma que encontro de demonstrar meu amor e apoio. O calor é apenas um detalhe quando comparado à importância desse momento”, disse Maria Antônia.

Eliana Lyra, mãe de um estudante de 18 anos, compartilha da mesma opinião. Para ela, é uma obrigação maternal aguardar seu filho com paciência até que ele termine a prova. Mesmo sem ter almoçado e permanecendo na escola desde as 11h, Eliana afirmou que esse gesto é pequeno diante da grandiosidade do amor de mãe.

“Estou aqui há horas, mas isso não importa. Uma mãe precisa fazer o que for necessário por seu filho. Acompanhá-lo e incentivá-lo é o mínimo que podemos fazer. Além disso, é uma forma de segurança para ambos. Somos, sem dúvida, as ‘mães do Enem'”, disse Eliana.

A espera em comum fez com que essas mães compartilhassem experiências e decidissem criar um grupo exclusivo para mães de participantes do Enem. A intenção desse grupo é promover a troca de vivências e construção de uma rede de apoio mútuo.

“Estar ao lado dos nossos filhos é um compromisso constante. Eu acordo às 5h30 para preparar o almoço do meu filho. Encontrar outras mães que estão na mesma situação que eu é muito reconfortante e nos ajuda a enfrentar os desafios juntas”, concluiu Miriam Borges.

Com determinação e amor inabaláveis, essas mães provaram que estão dispostas a enfrentar quaisquer obstáculos para garantir o sucesso e bem-estar de seus filhos durante esse importante momento de suas vidas.

Fonte: https://g1.globo.com/am/amazonas/noticia/2023/11/12/maes-do-enem-encaram-6-horas-de-espera-para-saida-dos-filhos-em-manaus-temos-que-apoiar.ghtml