Connect with us

Polícia

“Maníaco” é preso após fazer quatro vítimas e matar uma mulher no Pará

Publicado

em

Pará – A polícia apreendeu neste domingo (12) um adolescente suspeito de ser o “Maníaco de Marituba”, acusado de envolvimento no desaparecimento de mulheres na Grande Belém. O caso vem chamando atenção da população, nas redes sociais.

Samara e Jennyfer foram duas das vítimas dos criminosos. Reprodução
A operação chegou ao acusado através de denúncias anônimas e investigações em torno do desaparecimento de cinco jovens, sendo que uma delas, identificada como Samara Mescouto, desaparecida desde sexta-feira (10), foi encontrada morta em um terreno próximo ao local.

O acusado foi localizado na própria casa, na estrada da Pirelli, localizada em Marituba, Região Metropolitana Belém.

“Hoje pela manhã entramos na mata de Marituba desde as primeiras horas da manhã e encontramos calcinhas e roupas espalhadas. As vítimas eram atraídas para atividades e acabaram sendo estupradas e depois mortas”, relatou, disse o Delegado, que teve uma sobrinha como uma das vítimas do imoral filho do cão.

As vítimas tinham em comum o fato de trabalharem realizando procedimentos estéticos. Elas eram contratadas para fazer os serviços na casa de um cliente, e marcavam o ponto de encontro em Marituba. Após saírem para o serviço, desapareciam.

Eder Mauro conta ainda como chegou aos envolvidos. “Localizamos uma moto e uma bicicleta e invadimos a cara de um dos acusados, que confessou os crimes e nos passou sobre o segundo suspeito”. O segundo homem, que não teve a identidade revelada, foi levado a delegacia para prestar esclarecimentos. Ele ainda não é considerado suspeito e não foi preso.

Ainda sobre o caso, Eder Mauro encontrou um dos corpos das vítimas, do de Samara, atrás da casa de um dos acusados. “Encontramos um corpo aqui no local e já estamos no aguardo do IML para realizar o trabalho de remoção e investigar detalhes sobre o caso”, completou.

Entre as cinco garotas, uma segue internada no Hospital Metropolitano, outra foi encontrada e duas seguem desaparecidas.

Imagem de capa: Câmeras de segurança na região flagraram um dos suspeitos do crime levando uma das vítimas para o ataque. | Divulgação

Amazonas

Mulher é baleada pelo ex-companheiro dentro de casa em Manaus

Publicado

em

Uma mulher de 34 anos foi baleada na noite desta terça-feira (13) durante uma discussão dentro de casa no conjunto Habitacional Viver Melhor II, Zona Norte de Manaus. O suspeito de atirar contra a vítima é o ex-companheiro dela, um Policial Militar, que foi detido.

A polícia recebeu um acionamento para o local após a mulher ser baleada. Na ocasião, um vizinho informou que o suspeito entrou no apartamento e atirou contra a mulher durante uma briga. Após o crime, o suspeito colocou a mulher dentro de um carro para tentar socorrê-la para uma unidade hospitalar.

No trajeto, o carro em que o suspeito tentava levar a vítima para o hospital sofreu pane mecânica.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) retirou a mulher do veículo e levou-a para um hospital, não informado. O estado de saúde dela não foi divulgado.

O suspeito foi detido em flagrante e apresentado na Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher. O boletim de ocorrência informa que o PM deve responder pelo crime de tentativa de feminicídio. Em depoimento, o suspeito alega para a polícia que a mulher se acidentou.

De acordo com o advogado da Associação de Cabos e Soldados da PM, Christian Souza, o suspeito contou que tinha um relacionamento extraconjugal com a vítima, com quem tem um filho de 1 ano. Ele contou que ao sair do trabalho foi até ao apartamento, conversou com a mulher, entraram no quarto, e começou uma discussão.

Segundo o advogado, o PM alegou que a discussão teve início, pois existia uma pressão por parte da mulher devido ao relacionamento extraconjugal.

“Dessa discussão, os ânimos começaram a se exaltar, ele comenta que ela sacou uma arma de baixo de umas roupas, pois é viúva de um policial, também. E falou que quando ela apontou essa arma para ele, acreditou que era uma brincadeira, viu que era sério, foi para perto dela, e começou a briga para tentar tirar a arma dela, foi quando ela ficou ferida”, contou o advogado.

Ainda conforme o advogado, um dos disparos atingiu a face da vítima. A Secretaria de Saúde informou que o estado de saúde da paciente é reservado apenas aos familiares.

Leia Mais

Amazonas

Três são presos por tráfico de drogas em Manaus

Publicado

em

Três homens, um de 27 e dois de 18 anos, foram presos por tráfico de drogas no bairro Jorge Teixeira, na zona Leste de Manaus, na terça-feira (13).

Policiais em motocicletas avistaram dois rapazes em atitude suspeita e, durante abordagem, os agentes encontraram drogas. Após questionamentos, a dupla confessou que estava traficando drogas e apontou o local onde havia o restante do produto.

No endereço indicado, os policiais prenderam o outro indivíduo que guardava o restante do material.

No total, foi apreendida uma porção média e 17 trouxinhas de maconha tipo skunk, além de 130 trouxinhas de substância com características de cocaína e uma porção pequena de substância com aspecto de oxi.

O trio foi preso e conduzido ao 14° Distrito Integrado de Polícia (DIP), para os procedimentos cabíveis. Na delegacia foi constatado que um dos envolvidos tem passagem pela polícia por roubo.

Leia Mais

Amazonas

Filho se recusa a cortar o cabelo e mata o pai após discussão em Manaus

Publicado

em

Um jovem de 18 anos foi preso em Manaus, nesta terça-feira (13), suspeito de matar o pai, um vendedor ambulante de 38 anos. Segundo a polícia, o crime ocorreu depois que o filho se recusou a cortar o cabelo para se apresentar no Exército.

O pai foi atingido por três facadas após uma discussão com o suspeito na casa da família. A vítima ainda foi socorrida e levada por parentes até o Hospital 28 de Agosto, mas não resistiu.

O filho foi preso em flagrante, pouco depois do assassinato, e levado para a sede da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Segundo o delegado Daniel Vezzani, responsável pelo caso, o jovem disse que não estava sob efeito de drogas.

“O filho alega que realmente haviam ocorrido outros desentendimentos, mas de pequena proporção, mas dessa vez, o autor disse que o ‘balde transbordou’ e ele se arrependeu do que praticou”, disse o delegado.

“O filho alega que o pai era muito exigente, cobrava muito do filho, e nessa exigência, resultou nesse crime. Um gesto impensado, segundo o depoimento. Ele cometeu esse crime de homicídio qualificado por motivo fútil, que é aquele banal, insignificante por causa de um corpo de cabelo”, finaliza.

O suspeito está custodiado na DEHS e será encaminhado para audiência de custódia ainda nesta terça-feira (13).

Leia Mais

Mais lidas