Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Ministério da Saúde envia 78.760 doses de vacina contra a dengue para o Amazonas

Foto: divulgação

A Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas, sob o cuidado da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Drª Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP), recebeu neste último sábado (10/02), um total de 78.760 vacinas contra a dengue, fornecidas pelo Ministério da Saúde como um incremento na estratégia de combate à doença.

Estas vacinas são destinadas a 12 municípios específicos do Amazonas, incluindo Manaus, Iranduba, Presidente Figueiredo, Rio Preto da Eva, Barcelos, São Gabriel da Cachoeira, Careiro, Nova Olinda do Norte, Manaquiri, Santa Isabel do Rio Negro, Autazes e Careiro da Várzea. Todo estes municípios, fazem parte da área da saúde que compreende a região Manaus, seu entorno e o Alto Rio Negro, que foram identificadas pela equipe do Ministério da Saúde como prioritárias para o recebimento das doses da vacina. Neste primeiro momento, a vacinação será voltada para crianças de 10 e 11 anos, seguindo um esquema de duas doses com um intervalo de três meses entre elas.

A diretora-presidente da FVS-RCP, Tatyana Amorim, ressalta a importância dessa ação, afirmando que a chegada da vacina melhora a capacidade do estado do Amazonas de enfrentar a dengue. Esta é uma ação que complementa as medidas de prevenção contra a doença, todas voltadas a erradicar os criadouros do mosquito Aedes aegypti, responsável pela transmissão da doença.

A vacina recebida será utilizada integralmente como a primeira dose do esquema vacinal, conforme explicado pelo responsável pela vigilância epidemiológica da FVS-RCP, Alexsandro Melo. As doses serão distribuídas a partir de quinta-feira (15/02), mediante o agendamento das Secretarias Municipais de Saúde com a FVS-RCP por meio da Gerência de Imunização.

Os municípios serão responsáveis pela execução da campanha de vacinação e irão definir o início da aplicação nos seus respectivos territórios. A inclusão da vacina contra a dengue no Sistema Único de Saúde (SUS) foi oficializada no mês de dezembro do ano passado, 2023.

No que diz respeito à prevenção da dengue, a maneira mais eficiente é eliminar qualquer possibilidade de reprodução do mosquito Aedes aegypti, responsável por transmitir a doença. Isto inclui não deixar água parada em pneus velhos, vasos de plantas, garrafas vazias e recipientes plásticos e manter quintais e áreas em volta das casas limpas e livre de entulhos, de modo a reduzir os locais de reprodução do mosquito. A estratégia recomendada pela FVS-RCP incluí ainda a vistoria semanal do espaço residencial ou profissional para eliminar possíveis criadouros.

Fonte: https://cm7brasil.com/amazonas/amazonas-recebe-78-760-doses-de-vacina-contra-a-dengue-do-ministerio-da-saude-3/