Connect with us

Brasil

Ministro Sergio Moro autoriza envio de tropas da Força Nacional para o Ceará em meio a motim de policiais

Published

on

Senador licenciado Cid Gomes foi baleado na tarde desta quarta-feira quando tentava entrar em batalhão militar com retroescavadeira.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, autorizou nesta quarta-feira (19) o envio da Força Nacional para o Ceará “a fim de proteger a população cearense, em razão de movimento paredista por parte das polícias estaduais do Ceará”.

O envio será feito nesta quinta-feira (20) e deve permanecer no estado por 30 dias, conforme portaria assinada por Sergio Moro.

“A operação terá o apoio logístico do órgão demandante, que deverá dispor da infraestrutura necessária à Força Nacional de Segurança Pública”, detalha a portaria.

O envio ocorre em meio ao motim de policiais militares que reivindicam aumento salarial. Um projeto que tramita na Assembleia Legislativa do Ceará aumento o salário de um soldado militar de R$ 3,2 mil para R$ 4,5 mil, em reajuste progressivo até 2022.

Um grupo de policiais insatisfeito com a proposta realiza desde terça-feira (18) atos que a Secretaria da Segurança Pública do Ceará considera “motim” e “vandalismo”. Nesta quarta, o senador licenciado Cid Gomes foi baleado quando tentava entrar com uma retroescavadeira em um batalhão da Polícia Militar em Sobral.

Moro já havia enviado tropas da Força Nacional para o Ceará em 2019, quando o estado sofreu uma onda de ataques criminosos organizados por facções criminosas.

Brasil

Coronel Meneses da SUFRAMA emite nota. “Continuamos trabalhando para facilitar a vida de quem produz e gera empregos no nosso Estado! “.

Published

on

Manaus – Coronel Meneses emite nota e em sua rede social,  afirma: “continuamos trabalhando para facilitar a vida de quem produz e gera empregos no nosso Estado! “.

SUFRAMA permanece em prontidão e em contato direto com as entidades de classe da cadeia produtiva do Polo Industrial de Manaus a fim de ouvir as principais demandas e buscar soluções conjuntas e alternativas que contribuam para superar os desafios apresentados em consequência da crise econômica mundial decorrente dos efeitos do coronavírus.

veja nota oficial: Nota Oficial_vr_006

Fonte Portal CM7

Continue Reading

Brasil

Mulher com medida protetiva é morta a tiros pelo ex-companheiro enquanto trabalhava em Gravataí

Published

on

Segundo a polícia, Marcelo Fraga Pacheco, 36 anos, invadiu a lancheria e tirou contra Jocemara Ramão, de 37 anos. Ela havia registrado ocorrência contra o ex há menos de um mês.

Rio Grande do Sul: Uma mulher com medida protetiva foi morta a tiros pelo ex-companheiro enquanto trabalhava, em Gravataí, na Região Metropolitana de Porto Alegre, na noite de sábado (14). Segundo a Polícia Civil, o crime aconteceu em uma lancheria, no bairro Salgado Filho.

Marcelo Fraga Pacheco, de 36 anos, invadiu a cozinha do estabelecimento e atirou contra Jocemara Ramão, de 37 anos. O homem, que tinha um revólver calibre 38, se matou após o crime, informou a polícia.

“Efetuou três disparos na vítima, sendo dois na cabeça e um na mão. Foi morta na cozinha da lancheira. Colegas de trabalho presenciaram [o crime]. Em seguida, o agressor desferiu um disparo no seu queixo. Ambos morreram no local”, disse o delegado Eduardo Amaral.

De acordo com a polícia, os dois ficaram juntos por 15 anos, mas estavam separados há cerca de um mês. O homem não teria aceitado o término da relação, segundo a investigação.

Jocemara havia registrado uma ocorrência contra o ex-companheiro por lesão corporal, ameaça e vias de fato.

“Recentemente, no dia 19 de fevereiro, ela havia registrado uma ocorrência de cárcere privado e solicitou medidas protetivas, as quais foram deferidas. O agressor foi ouvido na DEAM [Delegacia Especializada de Atendimento à Mulhes] e negou todas as acusações”, apontou o delegado.

Continue Reading

Brasil

É uma gripe, vamos passar por ela’, diz ministro da Saúde sobre caso suspeito de coronavírus em SP

Published

on

Em conversa com o blog, o ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta evitou qualquer tom alarmista diante do primeiro caso de teste positivo do novo coronavírus no Brasil. O caso é de um homem de 61 anos, que mora na capital paulista e que voltou da Itália recentemente.

“Nós vamos nos preparar da melhor maneira. Mas é preciso ter calma. É uma gripe, vamos passar por ela e colocar todas as fichas na ciência”, disse o ministro da Saúde. “E não podemos perder a noção de humanidade”.

Segundo Mandetta, o Brasil tem características climáticas diferentes dos países do Hemisfério Norte, onde surgiu o vírus. Por isso, segundo ele, é preciso saber como esse vírus vai se comportar durante o verão de um país tropical.

“Não sabe se por aqui o vírus acelera ou desacelera. Os vírus se comportam de forma diferente no Hemisfério Norte e no Hemisfério Sul. Esse é um vírus que surgiu em baixa temperatura. Pode não ter o mesmo comportamento. Pode ser para melhor ou para pior”, ressaltou o ministro para em seguida completar:

“O Brasil é um país de pessoas mais jovens e está no verão. Esse é um período pouco propício para um vírus respiratório por aqui”.

Ele reconheceu a preocupação da população: “Há a pressão da opinião pública. Tem que ter muita calma. Transmitir calma, para evitar o alarmismo. E vamos atravessar essa gripe. Tentar minimizar o máximo o estresse”, comentou.

Nesta quarta-feira, o Ministério da Saúde fará uma entrevista coletiva para comentar o caso, já diante de um segundo teste. Segundo Mandetta, o Brasil já tem se preparado para vários cenários do coronavírus. E já acertou com o Conselho Federal de Medicina, inclusive, um protocolo para a abertura de leitos em caso de necessidade.

“É um inimigo muito difícil. Por isso, é preciso reforçar higiene, evitar lugares aglomerado e apostar numa vacina. Não tem como impedir a entrada no Brasil. Esse vírus chegou de num avião que veio de Milão. Não tem jeito”, observou.

Ele diz que o Brasil está em contato permanente com outros países da América do Sul para monitorar o vírus e que investiu recursos para a compra de equipamentos de proteção individual para profissionais de saúde, além de ter laboratórios capacitados para fazer exames para identificar o novo coronavírus.

Fonte: G1

 

Continue Reading

Mais lidas