Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Novo título: “OSA será lançada durante coletiva de imprensa no Teatro ICBEU, nesta sexta-feira”

Foto: divulgação

No coração de Manaus, surge uma novidade que promete enriquecer ainda mais a cena cultural da região: a Orquestra Sinfônica da Amazônia (OSA), idealizada pelo renomado diretor artístico e maestro Rubens Souza. Depois de anos de planejamento e realização de projetos bem-sucedidos, como a “Série Rio Negro Concertos Sinfônicos” em 2023, o sonho do maestro finalmente toma forma. Essa série envolveu a apresentação de concertos no icônico Teatro Amazonas e no Teatro ICBEU, e expandiu seus horizontes com palestras musicais em escolas públicas de Manaus, proporcionadas gratuitamente através do apoio da “Lei de Incentivo à Cultura” do Ministério da Cultura.

Agora, em 2024, a OSA promete uma temporada repleta de novidades, com doze concertos e seis palestras didáticas em escolas públicas já na agenda para este ano. A grande estreia está prevista para o dia 5 do próximo mês, no sagrado palco do Teatro Amazonas às 19h, apresentando peças icônicas de Mozart, Alexander Borodin e do talentoso Timóteo Esteves, que tem enraizado seu legado musical no Amazonas há duas décadas.

O lançamento oficial da OSA será nesta sexta-feira, 26 de abril, às 10h, no Teatro ICBEU, localizado na Avenida Joaquim Nabuco, centro de Manaus, onde detalhes adicionais serão compartilhados durante uma coletiva de imprensa.

Com a distinção de se tornar a orquestra residente do Teatro ICBEU, a OSA é composta por 50 músicos talentosos, agrupados em quatro seções instrumentais: cordas, madeiras, metais e percussões. Desde violinos e flautas até trombones e tímpanos, a diversidade dos instrumentos reflete o vasto espectro de sons que a orquestra proporcionará ao público. Combinando jovens músicos em início de carreira com veteranos da música, a OSA busca não só apresentar performances excepcionais, mas também inspirar e educar através da arte.

A missão do maestro Rubens Souza e sua equipe é clara: estabelecer uma ponte entre artistas e o público, fomentando um ambiente onde a criatividade artística possa florescer. “Nossa missão é inspirar, educar e acender uma paixão pela música em indivíduos de todas as idades”, destaca ele.

A existência da OSA é possibilitada pelo patrocínio cultural do Instituto Cultural Brasil – Estados Unidos (ICBEU-Manaus) e pelo apoio inestimável de entidades como a TV Encontro das Águas, a Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Amazonas, o Governo do Amazonas e o Centro de Artes da Universidade Federal do Amazonas (CAUA). O projeto encontra-se em contínua busca por recursos sob a Lei de Incentivo à Cultura, aberto também a patrocínios independentes.

Rubens Souza, a figura central por trás da OSA, é um músico trompetista com uma carreira brilhante na Amazonas Filarmônica e um histórico de liderança em projetos musicais de grande escala. Sua dedicação à música clássica e ao desenvolvimento cultural na Amazônia é evidente em sua trajetória, consolidando sua posição como um nome respeitado no mundo da música erudita.

Fonte: https://folhadesorocaba.com.br/de-volta-sorocaba-reinaugura-unidade-do-sabe-tudo-conect-apos-anos-de-inatividade/