Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Parente dos falecidos em tragédia aérea no Acre, residente em Manaus, expressa profundo pesar: “Sinto uma dor imensurável”

Irmãos estão entre as vítimas da tragédia em Rio Branco. — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Empresários e bebê estão entre as vítimas de queda de avião no Acre; Aeronáutica investigará acidente

Um trágico acidente aéreo abalou a cidade de Rio Branco, no Acre, no último domingo (29), resultando na morte de 12 pessoas, incluindo os empresários Antônio Cleudo Epifânio Mattos e José Marcos Epifânio Mattos. A aeronave, que decolou de Rio Branco com destino a Envira, no Amazonas, pertencia à empresa ART Taxi Aéreo e tinha capacidade para até 14 pessoas. O acidente ocorreu logo após a decolagem, por volta das 6h30, resultando na morte de todos os passageiros a bordo.

De acordo com informações divulgadas pelo Governo do Acre, as vítimas incluíam nove adultos, uma bebê e dois tripulantes, o piloto e o copiloto. Quatro das vítimas eram naturais de Envira e as outras seis de Eirunepé, ambas localizadas no estado do Amazonas. O acidente causou comoção não apenas entre os familiares das vítimas, mas também na comunidade local.

Rômulo Mattos, tio dos irmãos que faleceram no acidente, lamentou a perda dos sobrinhos e expressou sua tristeza. Ele revelou que os jovens já haviam morado com ele em Manaus por um período e que a notícia da tragédia abalou profundamente toda a família. Rômulo também expressou sua preocupação com seu irmão, pai das vítimas, e afirmou que está buscando forças para apoiá-los nesse momento de dor.

As autoridades estão empenhadas em investigar as causas do acidente. A Aeronáutica em Manaus será responsável pela apuração dos fatos. Segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a aeronave estava em situação regular e o piloto e o copiloto possuíam experiência e treinamento.

Os corpos das vítimas carbonizadas foram resgatados e levados ao Instituto Médico Legal de Rio Branco. As vítimas do acidente incluíam seis homens, três mulheres e uma criança de 1 ano e 7 meses. O governo do Acre manifestou solidariedade às famílias e garantiu que está mobilizando toda sua estrutura de segurança e saúde para o resgate dos corpos e a prevenção de novos acidentes.

Enquanto isso, o governo do Amazonas ainda não se pronunciou sobre a tragédia. O município de Envira decretou luto oficial de três dias e suspendeu o expediente em todas as repartições públicas municipais como forma de prestar solidariedade às vítimas e seus familiares. A queda do avião representa mais um triste episódio no setor de aviação e reforça a importância de uma apuração minuciosa para garantir a segurança dos passageiros e evitar futuros desastres.

Fonte: https://g1.globo.com/am/amazonas/noticia/2023/10/29/em-manaus-tio-de-irmaos-que-morreram-em-acidente-aereo-no-ac-lamenta-meu-coracao-esta-sangrando.ghtml