Connect with us

Polícia

PIB do Amazonas apresentou o quinto maior crescimento do país

Published

on

Apesar da crise, o PIB do Amazonas apresentou o quinto maior crescimento do país em 2017, em dado consolidado mais recente, totalizando R$ 93,204 bilhões. A alta foi de 5,21%, bem superior à média nacional do período (+1%), mas o Estado se manteve na 16º colocação no ranking nacional, com uma participação de 1,42%. O PIB per capta subiu de R$ 7.353,15 para R$ 22.936,28 em uma década, embora tenha caído da nona para a 14ª posição.

Os maiores incrementos de PIB no período foram registrados em Mato Grosso (+12,1%), Piauí (7,7%), Rondônia (+5,4%) e Maranhão (+5,3%). Os únicos resultados negativos vieram de Rio de Janeiro (-1,6%), Sergipe (-1,1%) e Paraíba (-0,1%). Os dados foram divulgados pela Sedecti (Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação), em parceria com o IBGE. A defasagem de dois anos ocorre em virtude da consolidação das estatísticas em todas as unidades federativas do Brasil.

A expansão do PIB amazonense foi puxada por impostos, líquidos de subsídios (+12,27%) e os setores de serviços (+7,21%) – que inclui o comércio varejista e foi puxado pelo consumo das famílias – e indústria. Tributos registraram R$ 14,743 bilhões (2017), contra R$ 13,131 bilhões (2016), alta de 12,27%. A arrecadação de ICMS (+26,92%) no mesmo intervalo, sendo que os maiores contribuintes vieram, na ordem, do comércio (34,46%), da indústria (24,39%) e dos serviços (6,82%).

Serviços (+7,21% e R$ 46,830 bilhões), que responde por 50,24% do PIB estadual, foi o único entre os três grupos de atividades que elevou sua fatia de participação na economia amazonense, de 57,5% (2016) para 59,7% (2017). Os destaques vieram de comércio e reparação de veículos automotores e motocicletas (+7,5%) – após queda de 10,3% no ano anterior –, além de atividades profissionais, científicas e técnicas, administrativas e serviços complementares. 

A indústria (+7,5%) também ajudou, embora sua participação na economia estadual tenha caído de 34,7% (2016) para 33,2% (2017). A queda relativa veio da indústria de transformação, pela perda de participação do refino de petróleo e coque, da fabricação de resinas e elastômeros, e da impressão e reprodução de gravações. Em volume, a alta de 11,2% das Indústrias de transformação foi puxada por informática e eletrônicos, bem como material plástico. A indústria extrativa recuou 11,6%.

Já a agropecuária (-3%) trilhou sentido inverso e reduziu sua fatia de 7,7% para 7,1% no valor adicionado bruto do Estado. Com R$ 5,604 bilhões totalizados em 2017, a atividade foi impactada pela produção florestal, pesca e aquicultura. A queda (-9,5%) veio da extração de açaí e de madeira em tora. A pecuária (-2,6%) caiu pela menor criação de bovinos. A agricultura (-0,6%) foi marcada por altas na produção da mandioca e açaí (plantado) e quedas nas culturas de laranja, abacaxi e melancia. 

Na análise do supervisor de disseminação de informações do IBGE-AM, Adjalma Nogueira Jaques, se não fosse pelo “fraco desempenho” da agropecuária em extração vegetal e pecuária, além de algumas atividades da indústria, os resultados do Amazonas teriam sido bem melhores, gerando possibilidades de o Estado subir posições e aumentar sua participação no PIB nacional.

“No entanto, o crescimento total do PIB foi extremamente positivo, principalmente em ano de recessão, como foi 2017. É importante olhar para as atividades econômicas do Estado e ver quais são os gargalos e os potenciais. Em 2017, perdemos em algumas atividades que dependiam somente do nosso próprio desempenho, como a extração vegetal”, apontou.

Tendência positiva

Segundo a Sedecti, a perspectiva para 2018 e 2019 é de apuração positiva para todos os setores. “De acordo com o Banco Central, o índice de atividade econômica do Amazonas, que incorpora estimativas de crescimento para os setores agropecuário, industrial e de serviços, acrescidas dos impostos sobre produtos, prevê um aumento em 2018 de 3,59% na economia amazonense e em 2019 de 3,39%”, salientou o órgão, em texto divulgado à imprensa.

Para o titular da Sedecti, Jório Veiga, os resultados do Amazonas são animadores, principalmente quando se leva em conta os efeitos da crise sobre a economia, e a tendência é positiva para o PIB, no médio prazo. “Nossa expectativa é que haja um desempenho melhor ainda nos próximos anos, quando os projetos que estão sendo articulados pelo governo para expandir a atividade econômica para o interior e as ações para o fortalecimento do Polo Industrial de Manaus venham a se materializar”, concluiu. Fonte do Comércio

Polícia

Homem é morto a tiros enquanto soltava pipa em frente a conjunto residencial, na Zona Oeste de Manaus

Published

on

Vítima recebeu três disparos e morreu no local, segundo polícia.

Um homem de 19 anos foi morto a tiros enquanto soltava pipa, em frente a um conjunto residencial, na Zona Oeste de Manaus, no fim da tarde deste domingo (9).

O crime aconteceu na rua Antônio Bittencourt, no bairro da Glória, na Zona Oeste de Manaus, por volta das 17h30.

De acordo com policiais da 5ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que atenderam a ocorrência, um homem ainda não identificado se aproximou e efetuou 3 disparos contra o jovem, que foi atingido e morreu no local.

O suspeito, que estava a pé, fugiu por uma escadaria logo após cometer o crime. A polícia trabalha com a suspeita de um possível acerto de contas, mas um inquérito será instaurado para apurar as circunstâncias do homicídio.

Ainda segundo a polícia, a família contou que a vítima já tinha passagem pela polícia pelo crime de tráfico de drogas, mas estava tentando seguir uma nova vida e conseguir um emprego.

O Instituto Médico Legal foi acionado para fazer a remoção do corpo. A polícia civil, por meio da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) irá investigar o caso.

Continue Reading

Polícia

Mulher é encontrada morta dentro de caixa de papelão em área de mata em Manaus

Published

on

Bilhete encontrado junto ao corpo dizia que ela foi morta por fazer parte de facção criminosa, segundo polícia.

Uma mulher ainda não identificada, com idade entre 35 e 40 anos, foi encontrada morta dentro de uma caixa de papelão em uma área de mata na Zona Oeste de Manaus, na manhã deste domingo (9). Junto ao corpo, havia um bilhete dizendo que ela foi morta porque era informante de uma facção criminosa.

Asfixia foi apontada pela perícia técnica como sendo a causa da morte. O corpo foi encontrado na avenida Cecilia Meireles, no bairro Ponta Negra, na Zona Oeste da capital. A ocorrência foi atendida pela 19ª Cicom e pela Companhia Independente de Policiamento com Cães (CIP Cães).

De acordo com informações da polícia, a suspeita é de que a mulher tenha sido assassinada em outro local e corpo foi deixado no bairro Ponta Negra, junto com o bilhete.

De acordo com o CIP Cães, o corpo foi encontrado em uma caixa de papelão fechada com fita adesiva, a 1,6 m de profundidade.

As motivações do crime e as circunstâncias em que ele foi cometido ainda são desconhecidas pela polícia.

O Instituto Médico Legal (IML) foi acionado para fazer a remoção do corpo. A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), irá investigar o caso.

Continue Reading

Polícia

Homem morre após ser esfaqueado em praça no bairro São Geraldo, em Manaus

Published

on

Homem foi encontrado ferido no local por pessoas que passavam pela região. Ele foi ferido com facadas na cabeça e no rosto, segundo polícia.

Um homem, ainda não identificado, morreu, na noite desta sexta-feira (7), após ser esfaqueado em uma praça do bairro São Geraldo, Zona Centro-Sul de Manaus. Segundo a polícia, a vítima teve ferimentos na região do rosto. O caso é investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

O crime aconteceu por volta das 19h30, em uma praça na Avenida Kako Kaminha. De acordo com a polícia, o homem, que tinha idade estimada entre 30 e 34 anos, foi encontrado ferido no local por pessoas que passavam naquela região e ligaram para a polícia.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a reanimar a vítima ainda no local, mas o homem não resistiu aos ferimentos. Ele foi esfaqueado na cabeça e no rosto, segundo a polícia.

No local do crime, a polícia informou que não havia nenhum familiar ou amigo que pudesse identificar a vítima. Até o início da manhã deste sábado (8), o corpo permanecia no Instituto Médico Legal (IML) sem identificação. O caso foi registrado pela DEHS, que deve investigar a autoria, bem como a motivação do crime.

Continue Reading

Mais lidas