Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Polícia civil prende integrante de organização criminosa por financiar o tráfico de drogas e lavagem de dinheiro

Manaus – A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio do Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc), deflagrou operação policial nesta segunda-feira (12/06), que resultou na prisão de Alexsandro Barbosa Fonseca, 43; por financiar o tráfico de drogas e lavagem de dinheiro. Também foram presos em flagrante Keven Carvalho da Costa, 21; e Mário Pedro da Silva Junior, 45, por tráfico de drogas. A ação ocorreu em bairros e zonas distintas de Manaus. A operação contou com o apoio da Secretaria Executiva-Adjunta de Inteligência (Seai) e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Estado do Amazonas (MPAM). De acordo com os policiais civis do Denarc, o grupo já estava sendo investigado desde 2019, e nesta segunda-feira (12/06), as equipes saíram em diligências até a casa de Alexsandro, a fim de cumprir mandados de prisão e de busca e apreensão contra ele. “No imóvel apreendemos alguns aparelhos eletrônicos como celulares, notebooks e máquinas de cartão. As investigações apontaram que Alexsandro era o controlador da ‘caixinha’ da organização, e tinha acesso ao dinheiro que entrava e saia todo mês, que chegava em torno de R$ 460 mil, além de liderar o grupo”, explicaram os policiais. Dando andamento a operação policial, as equipes seguiram até outro endereço, que funcionava como uma espécie de laboratório de drogas, que seria o endereço de uma das empresas de Alexsandro, onde foram localizados Keven e Mário Pedro, que foram autuados por tráfico de drogas. “As investigações continuarão a fim de identificar os outros envolvidos, estima-se que a facção criminosa tenha em torno de 5 mil pagantes dessa contribuição compulsória mensal”, afirmaram. Procedimentos Alexsandro responderá por financiar o tráfico de drogas e lavagem de dinheiro, já Keven e Mário Pedro foram autuados por tráfico de drogas. O trio passará por audiência de custódia e ficará à disposição do Poder Judiciário.

Fonte: Portal Cm7