" >Polícia Federal encontra corpos de três ribeirinhos na região do Rio Abacaxis, em Nova Olinda do Norte – Acorda manaus
Connect with us

Polícia

Polícia Federal encontra corpos de três ribeirinhos na região do Rio Abacaxis, em Nova Olinda do Norte

Published

on

Conforme investigação da PF, vítimas foram mortas a tiros. Equipes foram enviadas à cidade para garantir proteção de indígenas e povos tradicionais durante operação da SSP.

Três corpos de ribeirinhos, mortos a tiros, foram encontrados na região do Rio Abacaxis, em Nova Olinda do Norte, interior do Amazonas, nesta terça-feira (11), de acordo com investigação da Polícia Federal. A identidade das vítimas ainda não foi confirmada. Com a confirmação, sobe para seis o número de mortes ocorridas na região nas últimas semanas, onde a Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) realiza operação para combate ao tráfico de drogas.

A PF enviou, na segunda-feira (10), uma equipe ao município de Nova Olinda Norte, no interior do Estado, para apurar denúncias relacionadas a operação policial realizada na região. O objetivo, conforme ordem judicial, é garantir a proteção de indígenas e povos tradicionais.

A operação foi iniciada na região depois de uma pessoa ter sido atingida com um tiro, no dia 24 de julho. No primeiro dia da operação, no dia 3 de agosto, dois militares foram mortos e outros dois ficaram feridos. No dia 5, outra pessoa foi morta, de identidade ainda não confirmada. Já os três corpos que foram encontrados nesta terça, haviam sido notificados na segunda-feira (10) pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).

Segundo a SSP, os policiais mortos no dia 3 de agosto realizavam o trabalho de investigação de tráfico de drogas e formação de milícia armada nessa região. Eles foram vítimas de uma emboscada por membros do grupo criminoso. Segundo o órgão, as equipes estão em diligência para resgatar os mesmos na região. Não informaram, no entanto, a quantidade de vítimas, ou a identidade delas.

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Ayrton Norte, embarcou no dia 4 com reforço policial para uma nova operação policial na região. As equipes também fazem buscas aos suspeitos dos crimes.

Decisão Judicial

A operação no Rio Abacaxi acontece após a Justiça Federal atender a um pedido do Ministério Público Federal (MPF), determinando que a PF adote medidas cabíveis para proteção dos indígenas e populações tradicionais do município e região, considerando as fronteiras com Borba e Maués.

A decisão foi proferida após ação ajuizada pelo Ministério Público Federal (MPF), por conta de supostos abusos e ilegalidades relatados pelos comunitários que moram ou circulam no local.

A decisão judicial também determina que o Estado do Amazonas não impeça a circulação dos povos indígenas e ribeirinhos na região, que faz parte dos Projetos de Assentamento Agroextrativistas (PAEs) Abacaxis I e II, nos municípios amazonenses de Borba e Nova Olinda do Norte. Em caso de descumprimento, foi estabelecida pena de multa diária de R$ 100 mil ao Estado.

Manaus

Motorista de aplicativo se joga de carro e foge de assaltantes após sequestro relâmpago; três são presos em Manaus

Published

on

Caso aconteceu no início da madrugada desta terça-feira (1°).

Um motorista de aplicativo, de 29 anos, foi vítima de roubo e sequestro relâmpago no início da madrugada desta terça-feira (1°), em Manaus. De acordo com a polícia, três homens foram presos suspeitos de participação no crime.

De acordo com a Polícia Militar, o caso teve início por volta de 0h30 na Avenida Tenente Roxana Bonates, conhecida como avenida Igarapé do Passarinho, no bairro Novo Israel, após o motorista iniciar uma corrida.

Durante a corrida, os suspeitos anunciaram o assalto utilizando uma escopeta calibre 12, de fabricação caseira.

Ainda de acordo com a polícia, os assaltantes tentaram colocar o motorista dentro do porta-malas, mas nesse momento, o homem se jogou e conseguiu fugir.

Motorista de aplicativo se joga de carro e foge de assaltantes após sequestro relâmpago; três são presos em Manaus — Foto: Polícia Militar/Divulgação

O motorista de aplicativo pediu socorro de policiais militares, e os suspeitos fugiram em direção ao bairro Santa Etelvina.

A Polícia Militar informou que rastreou o veículo da vítima por meio do celular do motorista que ficou dentro do carro.

A localização foi identificada na Rua das Laranjeiras, no bairro Monte das Oliveiras, próximo a um shopping. Dois homens de 30 e 18 anos foram detidos dentro do veículo.

Segundo a polícia, os homens jogaram a chave e o celular da vítima em uma área de mato. Os objetos foram encontrados horas depois.

Depois de ser preso, um dos suspeitos informou que um terceiro envolvido, de 20 anos, estava com a arma usada no crime. Ele foi deixado na Rua Achuarana, no Monte das Oliveiras. A polícia foi até o local e avistou o homem, que tentou correr ao perceber a chegada dos policiais. Ele jogou a arma utilizada no crime.

O trio foi preso em flagrante. Alguns motoristas de aplicativo tentaram agredir os suspeitos no momento da prisão.

Continue Reading

Manaus

Homem é preso com drogas e arma caseira em Manaus

Published

on

Ele tentou fugir ao avistar equipe policial. Material apreendido estava em uma sacola.

Um homem foi preso com drogas e uma arma de fabricação caseira, na madrugada deste sábado (28), no bairro Terra Nova 2, em Manaus.

O homem foi abordado quando tentou fugir ao perceber a aproximação de uma equipe que fazia patrulhamento na região. Ele carregava uma sacola em que estava a arma, um celular, trouxas de maconha, cocaína e oxi.

O suspeito e o material foram encaminhados ao 6° Distrito Integrado de Polícia (DIP)

Continue Reading

Manaus

Homem é preso suspeito de se passar por policial civil em Manaus

Published

on

Carro adulterado, pistola, farda policial e documento de identificação falso foram apreendidos com suspeito.

Um homem de 31 anos foi preso suspeito de se passar por policial civil, na Zona Centro-Oeste de Manaus, na tarde desta terça-feira (31).

Com ele foram apreendidos um documento de identificação falsificado, uma pistola, uma farda policial, além de um carro com sirene e rádio, ou seja, uma viatura falsa, segundo a polícia.

Ele foi preso ao sair de uma academia, após a polícia receber uma denúncia anônima. A polícia informou que ainda não é possível afirmar se o homem se passava por policial para cometer algum tipo de crime, mas disse que investiga o caso.

Segundo o delegado titular do 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Denis Pinho, uma investigação mais ampla já foi aberta para apurar as circunstâncias e a motivação do crime.

“Vamos continuar as investigações sobre o caso para saber quais as intenções dele ao usar uniformes de instituições policiais. Não dá para afirmar se ele estava se passando por policial para cometer crimes ou se tinha alguma paixão platônica pela polícia civil”, disse.

O suspeito vai responder pelos crime de falsa identidade e contravenção penal, por utilizar uniformes de instituições policiais. A pena para este tipo de crime pode chegar a até dois anos de prisão.

Continue Reading

Mais lidas