Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Prefeita e filha são suspeitas de participação em esquema de contratos milionários em Beruri

Foto: divulgação

Investigação do CM7 Brasil expõe possível escândalo de corrupção na cidade de Beruri, Amazonas. De acordo com as descobertas, mais de R$ 2,5 milhões teriam sido gastos em materiais de informática, incluindo periféricos e cartuchos de tinta, levantando suspeitas de favorecimento de contratos e má gestão do dinheiro público pela prefeita Maria Lucir Santos de Oliveira.

A licitação, tornada pública no Diário Oficial dos Municípios do Amazonas em 11 de dezembro de 2023, estava repleta de valores excessivos e quantidades questionáveis, causando suspeitas sobre a conduta das empresas vencedoras.

A empresa A. F. B FILHO adquiriu um contrato de R$ 1.245.490,00 para fornecimento de HDs, mouses, teclados, tintas para impressoras e TONNER BROTHER. Outra empresa, a E A COMERCIO E SERVIÇOS DE INFORMÁTICA LTDA, fechou um acordo de R$ 363.750,00 para o fornecimento da mesma linha de produtos. A lista inclui também a RC BARROSO DA SILVA, que assegurou um contrato de R$ 446.760,00, e a JOSÉ EDINALDO DOS SANTOS DE OLIVEIRA – ME, que adquiriu um contrato de R$ 537.661,20 para fornecimento de kit cilindro, TONNER e outros produtos afins.

Existem, entretanto, ligações suspeitas entre as empresas vencedoras e a prefeitura. A RC BARROSO DA SILVA, por exemplo, já foi alvo de inquérito pelo Ministério Público do Amazonas devido a supostas irregularidades em contratos anteriores com a prefeitura. Além disso, o proprietário desta empresa possuí vínculos familiares com ex-subsecretário de educação e secretário do gabinete da prefeita, o que poderia estar comprometendo a imparcialidade dessas transações.

Paralelamente, a companhia A.F.B FILHO, gerida por Antonio Fernandes Bezerra Filho, ex-vereador e chefe do gabinete da prefeita, tem sido repetidamente vencedora em licitações municipais. Estes e outros fatos levantam sérias questões sobre a conduta da prefeita Maria Lucir Santos de Oliveira e de sua filha, Raniele Oliveira, atual secretária de finanças.

Os indícios sugerem que as empresas mencionadas estão enraizadas em praticamente todas as licitações desde 2020, acumulando contratos milionários. As especulações apontam para possíveis falhas na integridade desses processos de licitação e potenciais casos de enriquecimento ilícito.

Enquanto isso, a população de Beruri se mostra indignada com o contraste entre os gastos significativos na área de tecnologia e a precariedade dos serviços de saúde e educação, clamando por uma investigação imediata das acusações pendentes.

Acreditando ser fundamental que o Ministério Público tome medidas para investigar essas suspeitas e garantir a transparência no uso dos recursos públicos, o CM7 Brasil oferece uma luz sobre esta situação alarmante, solicitando a atenção das autoridades.

Veja a documentação abaixo.

[Insira as imagens aqui]

Fonte: https://cm7brasil.com/passando-a-limpo/escandalo-prefeita-e-filha-envolvidas-em-suposto-esquema-de-contratos-milionarios-em-beruri/