Connect with us

Sociedade

Prefeitura de Manaus e Caixa Econômica estudam novos projetos e parcerias com foco no meio ambiente

Publicado

em

Manaus – Parceiras em muitos projetos de infraestrutura urbana e habitacional, a Prefeitura de Manaus e a Caixa Econômica Federal estudam ampliar essa parceria em outros segmentos, como o ambiental e o estímulo ao esporte. As conversas foram iniciadas na manhã deste sábado, 14/9, entre o prefeito Arthur Virgílio Neto e o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, que visitou a cidade pela segunda vez. Arthur, acompanhado da primeira-dama e presidente do Fundo Manaus Solidária, Elisabeth Valeiko Ribeiro, recebeu Pedro Guimarães no Parque do Mindu, um dos símbolos da luta pela preservação ambiental na capital amazonense.

“As parcerias com a Caixa já estão consolidadas até porque as duas partes cumprem muito honrosamente aquilo que tratam”, afirmou o prefeito de Manaus, referindo-se, por exemplo, ao financiamento de obras importantes para a cidade como o conjunto Águas Claras, no Novo Aleixo, zona Norte da cidade, totalmente construído na gestão de Arthur Neto; a construção dos conjuntos habitacionais Cidadão Manauara 1, e as etapas A e B do Manauara 2, além de recursos para a conclusão do Corredor Ecológico do Mindu. “Eu tenho muita honra de receber uma pessoa que trabalha com a mesma cabeça que a gente: não jogar dinheiro fora, aplicar em prioridades verdadeiras, ajuste fiscal e respeito previdenciário”, elogiou o prefeito.

Arthur aproveitou a manhã ensolarada de sábado e convidou Pedro Guimarães para um passeio pelo parque. O presidente da Caixa mostrou especial interesse pelas espécies florestais, entre elas a samaumeira, uma espécie nativa da Amazônia e que chega a atingir 50 metros de altura no auge da sua maturidade. “A Caixa está ligada as nossas vidas e agora com uma grande perspectiva de ter o seu nome ligado aqui ao Parque do Mindu, que é o segundo maior parque ecológico do país, atrás apenas do Parque Florestal da Tijuca”, antecipou o prefeito, sem entrar em detalhes do tipo de parceria em estudo.

O interesse por Manaus foi confirmado por Pedro Guimarães.  “Eu entendo que nós estamos nos passos finais da assinatura de um contrato muito relevante, são centenas e milhões de reais em análise pela secretaria do Tesouro Nacional e certamente eu voltarei aqui ou o prefeito vai a Brasília para essa assinatura”, revelou Guimarães.

Ele destacou que o papel da Caixa é apoiar a causa da preservação ambiental, mas que outras iniciativas estão em discussão também, como na área paralímpica, visto a Caixa ser patrocinadora oficial do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB). “A gente conversou com o prefeito e a primeira-dama e tenho certeza que muito em breve teremos anúncios relevantes, porque Manaus é uma mega cidade com interesse nacional e mundial e tenho certeza que a Caixa vai estar cada vez mais presente na cidade”, afirmou.

 

Leia Mais

Brasil

Policiais colocam cães para rastrear Lázaro após morador dizer ter visto ele

Publicado

em

O Batalhão de Cães da Polícia Militar do Distrito Federal (BPCães) e a tropa de choque da polícia de Goiás estão concentrados em uma área de mata de Girassol, no Entorno do DF, para tentar localizar rastros de Lázaro Barbosa de Sousa, 32 anos.

A força-tarefa teve início na tarde desta sexta-feira (18/6), após um morador da região avistar o acusado de cometer chacina no DF e aterrorizar a região entre Cocalzinho e Edilândia.

“O vizinho viu ele entrando no bananal e, em seguida, a polícia chegou. Minha casa está toda revirada… Porta quebrada, roupa e guarda-roupas revirados. Um queijo foi levado”, afirmou um produtor rural da região.

“Estamos com muito medo agora. Moramos aqui há 20 anos. Vivíamos tranquilos antes disso. A gente espera solução todo dia, reza, pede a Deus que esse caso seja resolvido logo. A gente quer justiça. Isso tira o sono”, disse Sebastiana Aparecida Rodrigues, 65 anos. Da casa dela foi levado um carregador de celular.

Policiais fazem um novo cerco ao maníaco, que há 10 dias foge da polícia do Distrito Federal e de Goiás. Também são usados cavalos e helicópteros.

O cerco policial montado pelas forças de segurança para tentar localizar o assassino se concentra no município de Girassol, em Goiás, local onde o criminoso trocou tiros com a polícia e voltou a se esconder na mata.

A Polícia Civil de Goiás divulgou vídeos que mostram a caçada ao assassino em série pela região. Conforme o Metrópoles revelou, durante as diligências, os agentes encontraram pelo caminho vários rituais supostamente deixados pelo psicopata.

Leia Mais

Brasil

Vela satânica com nome de Lázaro é encontrada por policiais durante busca no mato

Publicado

em

Brasil – Em meio às buscas pelo serial killer Lázaro Barbosa de Sousa, de 32 anos, policiais encontraram oferendas e velas, supostamente deixadas pelo criminoso na região de Edilândia e Cocalzinho, em Goiás. Alguns dos objetos estavam acompanhados de pedaços de papel com seu nome completo escrito.

As suspeitas são de que o próprio criminoso tenha realizado rituais para pedir proteção espiritual. Agentes gravaram o momento em que localizam uma das velas no interior de um cupinzeiro durante as incursões pela mata.

Leia Mais

Amazonas

Aos 70 anos, morre dono de restaurante em Manaus

Publicado

em

Manaus – Na madrugada desta terça-feira (15), morreu o empresário Joaquim Loureiro, mais conhecido como ‘Jokka’, dono da tradicional Peixaria do Jokka, localizada no bairro São Raimundo, zona Oeste da capital amazonense.

Muito conhecido pela personalidade irreverente, de ser “ignorante” com os clientes, Jokka era bastante querido por suas frases icônicas como “seja educado: come, pague e vá embora”. O local sempre foi muito frequentado por políticos e personalidades manauaras, pois além da culinária e do próprio Jokka, ainda possui o atrativo de uma vista privilegiada do Rio Negro.

Jokka foi casado por quase 50 anos com Maria do Carmo, que faleceu em janeiro deste ano. Natural de Acajatuba, no Iranduba, ele deixou três filhos.

David Almeida e Marcos Rotta lamentam o falecimento de Jokka

O prefeito de Manaus, David Almeida, e o vice-prefeito Marcos Rotta lamentam profundamente a morte, na madrugada desta terça-feira, 15/6, do empresário amazonense Joaquim Loureiro, conhecido como “Jokka”, aos 70 anos. Ele era famoso em Manaus por sua peixaria, localizada no bairro São Raimundo.

“Com pesar, recebi a notícia da morte do nosso querido Jokka, que, com sua humildade, fez o seu restaurante, com uma bela vista para o rio Negro, ser um dos mais conhecidos e frequentados na cidade. Que Deus conforte o coração de seus familiares e amigos neste momento de dor”, disse o prefeito.

“Lamento profundamente a morte de Jokka, que era um dos donos de restaurantes mais tradicionais da cidade. Meu sentimento de pesar e que Deus console a todos neste difícil momento de perda para todos nós”, afirmou o vice-prefeito.

Leia Mais

Mais lidas