Connect with us

Amazonas

Promotor teria pedido prisão de David Almeida por vingança; ENTENDA

Publicado

em

O promotor de Justiça Plubio Caio, durante uma entrevista para rádio difusora revelou que o pedido de prisão em nome do Prefeito de Manaus foi motivado por vingança.

O promotor criticou o desembargador Hamilton Saraíva, dizendo que a decisão é “teratológica”, e disse que a motivação do pedido de prisão foi de razão pessoal, pois seu filho acometido de covid não teve o tratamento realizado pela rede pública, fato declarado nas redes sociais pelo Promotor, que demonstrava total descontrole e desespero.

O fato é que está claro o uso do máquina estatal, uso do aparelho do MP para empreender a vingança pessoal do promotor,  esquecendo que a crise nos hospitais para o atendimento da Covid-19, pela falta de leitos clínicos e de UTIs é do estado. Mais que isso, a crise do oxigênio que quase vitimou o seu filho como tantos outros amazonenses, se deu por conta da inércia do governo do estado.

Por fim, o promotor Publio Caio confessou que o Ministério Público “precisava fazer algo”, dando a entender que, como o MP não tem competência para processar o governador, foi atrás do prefeito.

Fontes do município indicam que todos os documentos requisitados e que o MP faz menção já haviam sido disponibilizado ao MP através do grupo de trabalho, exonerando de qualquer responsabilidade e ato de vontade as autoridades do Município.

O caso é grave, uso do MP para fins pessoais, vazamento de informações, abuso de autoridade e desrespeito ao Tribunal de Justiça por parte do Promotor de Justiça.

Há informações de que medidas junto ao CNMP já estão sendo tomadas contra o promotor, além de processo criminal e cautelar que estão pedindo o seu afastamento e posterior perda do cargo.

Amazonas

Festa de aniversário clandestina é encerrada pela polícia no Tarumã

Publicado

em

Uma festa de aniversário clandestina que ocorria no Ramal da Savana, localizado no bairro Tarumã, na zona oeste de Manaus, foi encerrada durante a “Operação pela Vida”, na noite de sábado (27). Cerca de 50 pessoas estavam no local, inclusive menores de idade. Também foram apreendidas várias bebidas alcoólicas e um carro.

A denúncia foi recebida por agentes do Núcleo Especializado de Operações de Trânsito (Neot) e por policiais militares do Comando de Policiamento de Área (CPA) centro-oeste. “Pedimos que uma viatura fizesse o reconhecimento antecipado. Chegamos no local e constatamos, realmente, essa aglomeração”, disse o tenente-coronel Augusto Cézar, que coordenou a operação.

Um participante da festa, aparentemente embriagado, se recusou a fazer o teste do etilômetro, além de apresentar uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) com categoria incompatível com o carro que conduzia. O veículo foi recolhido.

Agentes da Central Integrada de Fiscalização (CIF) também foram acionados para a ação. A Polícia Civil também esteve no local para realizar os procedimentos cabíveis. Uma mulher de 31 anos, proprietária do espaço, também será responsabilizada. “A responsável pela festa, bem como todos que foram encontrados aqui foram conduzidos para a Delegacia-Geral e responderão pelo crime de desobediência e infração, relacionado ao Art. 268 do Código Penal”, explicou a delegada Kelene Passos, que acompanhou o procedimento.

Todos os envolvidos foram detidos e conduzidos à central de flagrantes, que funciona na Delegacia-Geral da Polícia Civil. Eles assinaram um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e irão responder por descumprimento de medida sanitária e crime de desobediência. O crime é passível de multa estipulada por um juiz.

 

Leia Mais

Amazonas

Samel anuncia parceria com empresa norte-americana para criação de um centro de pesquisa para tratamento da COVID-19

Publicado

em

Na manhã desta segunda-feira, 01 de março de 2021, o presidente do Grupo Samel, Sr. Luis Alberto Nicolau, acompanhado do diretor técnico dos Hospitais Samel, Dr. Daniel Fonseca, anunciou, através de um vídeo, uma nova parceria entre a instituição e a empresa norte-americana Applied Biology para criação de um centro de pesquisa com foco na COVID-19.

 

Na ocasião, o presidente da Samel ressaltou a condução de ambas as empresas “no maior estudo privado de genética para o novo coronavírus por meio do uso do medicamento proxalutamida, que tem apontado resultados satisfatórios no tratamento de pacientes acometidos pela COVID-19, estudo este que está sendo realizado não somente na capital amazonense, como também em outras cidades do interior do Amazonas.”

De acordo com o diretor técnico da Samel, Dr. Daniel Fonseca, a parceria traz grandes benefícios, “como a vinda de médicos e pesquisadores nacionais e internacionais para a Samel para observância das novas formas de tratamento e combate ao novo coronavírus, que está sendo conduzida pelo Dr. Ricardo Zimerman, que avaliará a variante amazonense do vírus, e o uso da proxalutamida, que tem à frente os médicos Flávio Cadegiani e Andy Goren, medicamento este que está sendo utilizado nas unidades da Samel.”

Além disso, o Dr. Daniel Fonseca frisou a possibilidade de firmar novas parcerias entre a Samel e indústrias farmacêuticas para testagem das vacinas para comprovação da eficácia das vacinas que já estão disponíveis contra a variante amazonense do coronarívus.

Na última semana, a Samel anunciou, através de um vídeo publicado em suas redes sociais, o alcance de 588 pacientes que serão tratados com o uso da proxalutamida não somente em Manaus, como no interior, número este necessário para conclusão da pesquisa sobre o uso do medicamento no combate à COVID-19 no Amazonas.

 

 

https://www.einnews.com/pr_news/535995134/applied-biology-and-samel-to-inaugurate-the-first-covid-19-clinical-research-center-in-the-brazilian-amazon-state

Leia Mais

Amazonas

Trio invade casa e executa homem a tiros no Jorge Teixeira

Publicado

em

Dhulio Lira da Silva, 25, foi executado a tiros na madrugada deste sábado (27), em sua casa que ficava na Rua Jambu, bairro Jorge Teixeira, zona leste. Três homens foram ao local e dispararam várias vezes contra a vítima que morreu antes da chegada do socorro.

De acordo com a polícia militar, que atenderam a ocorrência, por volta das 04h, foram acionados para irem a Rua Jambu, que no local havia um homicídio. Em uma casa, os policiais encontraram um homem morto.

Os moradores da área informaram a polícia que três homens, que estavam em um veículo modelo Ka, de cor preta, foram ao local, invadiram a residência da vítima e efetuaram vários disparos. Dhulio morreu antes da chegada do socorro.

Agentes do Instituto Médico Legal (IML) foram ao local remover o corpo para levar para sede do órgão na zona norte para exame de necropsia. A delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) investiga o caso.

Fonte: D24am

Leia Mais

Mais lidas