Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Queda de avião no Acre, que resultou na morte de 12 pessoas, será investigada pela Aeronáutica em Manaus

Avião caiu em Rio Branco na manhã deste domingo (29). — Foto: Divulgação

A investigação sobre a queda trágica de um avião em Rio Branco, no Acre, que resultou na morte de 12 pessoas no último domingo (29), será realizada pelo Sétimo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa VII). O órgão, que faz parte do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA), localizado em Manaus, utilizará técnicas específicas conduzidas por profissionais qualificados e credenciados para coletar e confirmar dados, preservar evidências, verificar danos causados à aeronave e levantar outras informações relevantes para o processo.

O tempo de conclusão das investigações ainda é incerto, como explicou a Aeronáutica: “A conclusão das investigações terá o menor prazo possível, levando em consideração a complexidade de cada ocorrência e a necessidade de descobrir os possíveis fatores contribuintes”. O objetivo do CENIPA é investigar as ocorrências aeronáuticas para prevenir a ocorrência de novos acidentes com características semelhantes.

A aeronave acidentada era um voo particular da empresa ART Taxi Aéreo, com destino a Envira, no Amazonas, e decolou de Rio Branco. O avião, modelo Caravan, tinha capacidade para até 14 pessoas e caiu logo após a decolagem. O piloto, copiloto e os 10 passageiros a bordo não sobreviveram ao acidente.

Segundo informações divulgadas pela empresa, o piloto e o copiloto tinham experiência e treinamento, e a aeronave estava em situação regular conforme a Anac. Os corpos das 12 vítimas, entre elas uma criança de 1 ano e 7 meses, foram resgatados carbonizados.

O Instituto Médico Legal recebeu os corpos no início da tarde, e as autoridades trabalham para apurar as causas do acidente. O Governo do Acre manifestou solidariedade às famílias das vítimas e garantiu a estrutura de segurança e saúde no local para evitar novas tragédias decorrentes das chamas que se alastraram rapidamente após a queda. O município de Envira decretou luto oficial de três dias em homenagem às vítimas.

Fonte: https://g1.globo.com/am/amazonas/noticia/2023/10/29/em-manaus-seripa-vai-investigar-queda-de-aviao-que-matou-12-pessoas-no-acre.ghtml