Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Samsung antecipa férias coletivas em Manaus devido à situação de seca no Amazonas

Nível de água no Rio Negro atingiu o ponto mais baixo em pelo menos 121 anos na segunda-feira (16) Jorge Duenes/Reuters

Samsung antecipa férias coletivas em fábrica de Manaus devido a seca recorde no Amazonas

Na última quarta-feira (18), a Samsung anunciou à Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) que irá antecipar as férias coletivas de fim de ano em sua fábrica na cidade. A medida vem sendo adotada devido à seca recorde que atinge o Estado do Amazonas e tem dificultado a chegada de insumos para a produção.

Segundo a Suframa, as férias coletivas estão programadas para ocorrer de 30 de outubro a 14 de novembro, afetando aproximadamente 1.500 trabalhadores da Samsung.

O nível de água no Rio Negro, que banha a região, atingiu o ponto mais baixo em pelo menos 121 anos, registrando apenas 13,59 metros no porto de Manaus. Essa marca é a menor desde que os registros começaram a ser feitos em 1902, superando o recorde anterior registrado em 2010.

Em resposta à situação, o vice-presidente da fábrica da Samsung em Manaus, Woo Yong Lee, informou à Suframa que espera que, com a elevação do nível do rio no final do ano, os insumos necessários sejam novamente abastecidos para que as atividades de produção possam ser retomadas.

A Samsung, por sua vez, afirmou que está ciente da situação e que se preparou antecipadamente para esse incidente. A empresa pretende operar seu programa de produção de maneira flexível, a fim de minimizar o impacto causado pela falta de insumos.

A fábrica da Samsung em Manaus é responsável pela produção de diversos eletrônicos, como tablets, smartphones, televisores e aparelhos de ar-condicionado. Apesar da situação, a empresa não cogita transferir a produção para a fábrica do grupo em Campinas (SP).

Embora o número total de funcionários na fábrica de Manaus não tenha sido divulgado, informações do site indicam que, em 2022, a Samsung contava com mais de 10 mil trabalhadores nos polos de São Paulo e Amazonas.

Fonte: https://www.cnnbrasil.com.br/economia/samsung-antecipa-ferias-coletivas-em-manaus-devido-a-seca-no-amazonas/