Connect with us

Amazonas

TRE-AM concede 96 direitos de resposta a David, contra Amazonino e Menezes

Publicado

em

David Almeida ganhou o total de 42 minutos de tempo de TV contra o candidato do Podemos e 6 minutos do Patriotas

A Justiça Eleitoral do Amazonas concedeu, nesta sexta-feira (13), ao candidato a prefeito de Manaus David Almeida (Avante) o total de 84 veiculações de direito de resposta contra o candidato Amazonino Mendes (Podemos), acusado de divulgar fake news na propaganda eleitoral. Do mesmo modo, na quinta-feira (12), a Corte Eleitoral já deu vitória a David contra o candidato Coronel Alfredo Menezes e concedeu ao candidato da coligação Avante Manaus outras 12 veiculações de direito de resposta.

Com as veiculações divididas em seis redes de televisão locais, os direitos de respostas de 30 segundos, cada, contra Amazonino, somam um total de 42 minutos de tempo de TV. Com o mesmo número de emissoras de TV, os direitos de respostas contra Coronel Menezes somam o total de 6 minutos. As inserções dos direitos de respostas de David devem ser veiculadas até o final deste sábado (14).

A decisão, sob efeito liminar, contra Amazonino Mendes, assinada pelo juiz coordenador da Propaganda Eleitoral em Manaus, Alexandre Henrique Novaes Araújo, levou em consideração o argumento de que a campanha do candidato do Podemos compartilhou vídeo editado, reproduzindo trechos descontextualizados do debate eleitoral realizado no dia 6 de novembro, em seis emissoras de televisão, durante todos os três blocos, num total de 42 inserções em que o candidato Ricardo Nicolau (PSD) levanta falsas acusações contra David.

De acordo com a decisão, a resposta deverá ser dada em prazo máximo de um dia após a publicação dessa decisão, ocorrida nesta sexta-feira (13), tendo em vista já ter ocorrido o término da propaganda eleitoral gratuita na televisão, em tempo igual ao da ofensa, durante a programação normal das emissoras. O magistrado pediu, ainda, que seja
observado o bloco e horário de veiculação da ofensa, tendo em vista já ter se esgotado o período de propaganda no horário eleitoral gratuito

Os direitos de respostas contra Amazonino deverão ser divulgados nas seguintes emissoras: TV A Crítica, com 12 inserções; TV Rede Amazônica, com 16 inserções; TV Bandeirantes, com 14 inserções; TV Record News (TV Diário), com 14 inserções; TV Norte (SBT), com 16 inserções; e TV Record Manaus, com 12 inserções.

Decisão anterior
Na decisão de quinta-feira, a juíza coordenadora da Propaganda Eleitoral, Sanã Nogueira Almendros de Oliveira, concedeu a David Almeida o direito de resposta contra o candidato Coronel Menezes, acusado de propagar fake news. A magistrada levou em consideração o argumento de que o candidato do Patriotas publicou conteúdo calunioso durante o seu horário de propaganda eleitoral.

Sem provas, Menezes teria acusado David de ser o responsável pela aprovação da chamada “Lei do Alfaiate”, de número 4.733 de 27/12/2018. Essa lei, no entanto, foi proposta há dois pelo então vice-governador do Amazonas Bosco Saraiva. Naquele ano, no momento em que a Lei foi proposta pelo Poder Executivo, David Almeida era membro do Poder Legislativo amazonense, sendo apenas mais um dos deputados que votaram o projeto de Lei. Deste modo, a magistrada considerou como inverdade a publicação de Menezes.

Os direitos de respostas de David contra Menezes assim foram divididos pela decisão da Justiça Eleitoral: duas inserções na TV A crítica; duas inserções na TV Amazonas; duas inserções na TV Bandeirantes; duas inserções na TV Record News (TV Diário); duas inserções na TV Norte (SBT); e mais duas inserções pela TV Record Manaus.

Amazonas

Estudante morre engasgado enquanto jantava em Manaus

Publicado

em

Um estudante de 21 anos morreu engasgado no fim da noite deste sábado (15), dentro de casa, no bairro Presidente Vargas, em Manaus, enquanto jantava.

A família de Jhonatas Duarte de Souza contou que, horas antes de o caso ocorrer, ele chegou a passear com a filha, uma bebê de nove meses, em uma orla do bairro.

“Ele pediu minha bênção, e disse que ia dormir, mas antes perguntou da mãe dele se tinha algo para comer pois estava com fome. A namorada dele chegou em seguida. A janta foi linguiça com miojo. Não demorou muito, ouvimos gritos. Ele estava jogado no chão, se debruçando”, disse o pai da vítima, João da Silva, jardineiro de 56 anos.

O pai disse que bateram nas costas do jovem para tentar socorrê-lo, mas ele não reagiu. A família chegou a acionar o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

De acordo com o pai, a região da garganta do filho ficou inchada e, horas antes do caso, o estudante reclamou de dor na garganta para a mãe.

João da Silva perdeu o filho mais velho. Ele tem outro filho de 18 anos. Todos moravam na mesma casa.

“Um rapaz jovem, novo, deixou a filha de nove meses … linda a minha neta. Ele vivia com ela, mas, tem que ser o dia [da morte]. A gente fez de tudo que estava ao nosso alcance”, comentou o pai. A vítima ajudava um tio com serviços de metalúrgica.

Leia Mais

Amazonas

Fiscalização flagra motoristas sob efeito de álcool no trânsito em Manaus

Publicado

em

O Núcleo Especializado de Operações de Trânsito (Neot), do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), flagrou quatro motoristas sob efeito de álcool na noite de sexta-feira (14), na avenida Itaúba, na Zona Leste de Manaus. Um homem foi preso após tentar fugir da barreira de fiscalização.

O flagrante ocorreu durante mais uma edição da operação “Pela Vida”, segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM).

Durante a ação, agentes conseguiram capturar um motorista que, na fuga para fugir da fiscalização, acabou provocando uma colisão. O motorista, que estava alcoolizado, foi conduzido ao 1° Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Além de alcoolemia, outras irregularidades foram encontradas durante a fiscalização, entre elas a ausência de documentos e equipamentos obrigatórios.

Durante a operação, oito veículos foram removidos ao parqueamento do Detran-AM.

Leia Mais

Amazonas

Quarenta metros cúbicos de madeira ilegal são apreendidos em carreta no interior do Amazonas

Publicado

em

Quarenta metros cúbicos de madeira ilegal foram apreendidos pela polícia no município de Humaitá, distante 590 quilômetros de Manaus, no sábado (15). Segundo a polícia, a madeira ilegal era transportada em uma carreta e o motorista foi detido.

De acordo com o Batalhão de Policiamento Ambiental (BPAmb), a polícia fazia uma fiscalização a crimes ambientais na rodovia BR-230, durante a manhã. Por volta de 7h, a carreta passou pelo local e foi abordada pelos policiais.

Os agentes solicitaram o Documento de Origem Florestal (DOF), obrigatório para o transporte deste tipo de material, mas o documento apresentado pelo motorista informava uma quantidade de madeira inferior a que estava no veículo.

A carreta e a madeira foram apreendidas pelo Batalhão Ambiental. O motorista foi detido e levado para a 8ª Delegacia Interativa de Humaitá (DIH) para prestar esclarecimentos.

Leia Mais

Mais lidas