Connect with us

Política

Governo lança programa para levar água potável à comunidades do interior do Amazonas

Publicado

em

Durante solenidade pelos 50 anos da Cosama, o governador também anunciou outros investimentos em saneamento básico para 2020

Manaus – O governador do Amazonas, Wilson Lima, lançou, nesta quinta-feira (21/11), o programa “Cosama na Comunidade”, que vai ampliar a rede de serviços da companhia e levar água potável ao interior do estado, com investimento de R$ 8 milhões. O lançamento foi feito durante cerimônia em comemoração aos 50 anos da Companhia de Saneamento do Amazonas (Cosama), na sede do Governo, zona oeste de Manaus.

Na ocasião, Wilson Lima também assinou decreto que cria uma comissão técnica para elaboração da Política Estadual de Saneamento Básico do Amazonas; e um termo de cooperação técnica com a Fundação Nacional de Saúde (Funasa), voltado a ações no interior do estado. Por meio do programa “Cosama na Comunidade” serão adquiridos 400 Sistemas Revolucionários com Tecnologia Inteligente de Tratamento de Água, denominado Yguatú (água boa, em tupi-guarani).

“Nós lançamos hoje, aqui o projeto “Água Boa”, em que nós vamos ter um filtro que é a modernização do Salta Z, que é uma tecnologia da Funasa. Nós vamos modernizar isso, porque esse filtro pode ser instalado na comunidade, não precisa mais daquela estrutura elevada, o filtro pode ser colocado ali no chão e as pessoas já não precisam mais carregar o balde”, destacou o governador.

Wilson Lima frisou que o novo sistema será entregue pronto para o uso, já que a Cosama fará um trabalho integral de instalação em cada local que for receber os filtros. “A Cosama vai se encarregar da instalação da rede de distribuição naquela comunidade. E aí a gente vai ter um retorno significativo na qualidade de vida das pessoas, principalmente na questão da saúde”, frisou.

Novo sistema – Além de ser mais moderno e apresentar menor custo que o Salta-Z, que já vem sendo instalado pelo Governo no interior em parceria com a Funasa, o Yguatú utiliza tecnologia com dosagem automática de produtos químicos, com baixa demanda de energia.

Outra vantagem é que, além de poder ser utilizado na forma de bica para coleta, a exemplo do Salta-Z, o sistema pode ser expandido para pequenas redes de distribuição, levando água até a casa dos comunitários, obedecendo o padrão de potabilidade da água para consumo humano editada pelo Ministério da Saúde. O Yguatú atende até 600 pessoas diariamente.

Beneficiados – Os filtros beneficiarão 220 mil pessoas dos municípios e comunidades do interior do Amazonas, promovendo avanço na qualidade de vida de mais de 40 mil famílias. Para ter acesso ao programa “Cosama na Comunidade”, é necessário que a Prefeitura Municipal preencha carta de intenção fornecida pela Cosama. A partir disso, a Companhia vai iniciar processo de estudo e viabilidade para melhor atender a solicitação.

“O Salta-Z veio primeiro, agora a gente conseguiu trabalhar esse projeto novo. São 400 que a gente, a princípio, vai comprar em 2020. Agora a Cosama vai trabalhar junto com as comunidades, com os prefeitos para gerenciar isso. Vamos distribuir conforme a demanda dos prefeitos e das comunidades”, disse Armando do Valle, presidente da Companhia.

Nova Olinda do Norte – Durante a solenidade desta quinta-feira, o Governo do Amazonas, por meio da Cosama, também formalizou o termo de concessão com a Prefeitura de Nova Olinda do Norte, onde o abastecimento de água passará a ser atendido integralmente pela Companhia. Serão investidos R$ 1,3 milhão para ampliar, em sete mil metros, a rede de abastecimento de água de Nova Olinda do Norte. As ações são realizadas em parceria com a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Região Metropolitana de Manaus (Seinfra).

“Hoje eu vejo a Cosama como um dos instrumentos mais fortes para que a gente possa melhorar a qualidade de vida das pessoas, no interior. Nós estamos modernizando o sistema nos municípios onde já há esse atendimento da Cosama e também estamos assumindo mais dois municípios: Atalaia do Norte e Nova Olinda do Norte”, ressaltou Wilson Lima. Além destes municípios, a Cosama também atua em Alvarães, Autazes, Benjamin Constant, Carauari, Careiro da Várzea, Codajás, Eirunepé, Itamarati, Juruá, Manaquiri, São Paulo de Olivença e Tabatinga.

O prefeito de Nova Olinda do Norte, Adenilson Reis, destaca que a Cosama já está em ação no município. “A Cosama já está fazendo um trabalho em parceria com a Prefeitura. Está tratando um poço, fazendo um sistema de cloração em um poço. Agora no início de dezembro já vão para os próximos nove poços, são dez poços artesianos que abastecem a cidade. A meta da Cosama já é, até 31 de dezembro desse ano, chegar com a água 100% tratada”, disse o prefeito.

Governo Federal – O termo de cooperação técnica assinado nesta quinta-feira, entre os governos estadual e federal, por meio da Funasa, possibilitará a ampliação das ações já existentes e realização de novos projetos voltados ao interior do estado.

Wenderson Monteiro, superintendente da Funasa no Amazonas, avalia que o trabalho em parceria representa ganhos à população do Estado. “Nós vivemos, hoje, uma conscientização da comunidade cobrando o prefeito buscando o governo, o Governo do Estado buscando o Governo Federal através dos ministérios, para que esse recurso chegue. Acreditamos que, de curto para médio prazo, no caso de água no estado do Amazonas, vamos ter um cenário melhor”, avaliou Monteiro.

 

Amazonas

Presa pela PF, deputada propõe indenização a famílias de vítimas da Covid-19

Publicado

em

Um fato inusitado chamou a atenção dos Amazonenses na última quinta-feira (30). A esposa do Senador Omar aziz, a deputada Nejmi Aziz, propôs que o governo do estado idenize familiares de vítimas fatais da Covid-19. O valor proposto no projeto de lei é de R$100 mil por vítima e, se houver mais de um sucessor, o valor deverá ser dividido em partes iguais.

Nejmi Aziz

Nejmi Aziz, esposa do senador e ex-governador do Amazonas Omar Aziz, foi presa pela Polícia Federal em 2019, acusada de pertencer a uma organização criminosa no estado do Amazonas.

Foram presos além de Nejmi, três irmãos de Omar, três policiais militares e uma oitava pessoa não identificada. Todos foram alvos da operação “Vertex”, que investigou a prática de crimes de corrupção passiva, lavagem de capitais e organização criminosa.

Omar Aziz

O senador Omar Aziz, um dos indicados para integrar a CPI que vai investigar as responsabilidades de autoridades e mal uso de recursos públicos na pandemia, foi acusado por desvios de recursos para a área da saúde quando ele foi governador do Amazonas.

Aziz foi alvo de uma operação do Ministério Público Federal chamada “Maus Caminhos”. Ela  foi deflagrada em 2016 e houve uma série de desdobramentos. O objetivo principal da investigação foi o desvio de cerca de R$ 260 milhões de verbas públicas da saúde por meio de contratos milionários firmado com o governo do estado do Amazonas.

Os autos chegaram a ser encaminhados para o Supremo Tribunal Federal em razão do fato de Aziz ser senador, mas o novo entendimento da corte sobre foro privilegiado fez com que, em junho de 2018, retornassem ao Amazonas. A investigação contra o senador atualmente está na Justiça Federal do Amazonas.
Ainda não há decisão da Justiça no processo

Além da esposa Nejmi Aziz, três irmãos de Omar Aziz, foram presos na operação, são eles: Murad, Amim e Mansour Aziz.

A esposa que teve a família acusada pela polícia federal, suspeita por vários crimes no estado do Amazonas, incluindo o desvio de verbas públicas da saúde, propõe indenização a famílias das vítimas acometidas pela Covid-19? Seria cômico se não fosse trágico.

Leia Mais

Amazonas

Médico Anoar Samad é anunciado como novo secretário estadual de Saúde

Publicado

em

Amazonas – O médico urologista Anoar Abdul Samad foi anunciado pelo governador Wilson Lima, nesta segunda-feira (28), como novo secretário estadual de Saúde. “Ele aceitou o convite para fazer parte da nossa equipe para que a gente possa continuar avançando nas estratégias na área da saúde”, disse o governador ao anunciar o novo titular da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), durante entrevista coletiva na sede do Governo, na zona oeste de Manaus.

Com 57 anos, casado e pai de dois filhos, Anoar Samad possui quase 30 anos de experiência na área de saúde, com reconhecimento nacional e internacional pela sua atuação na especialidade de urologia no Amazonas. Durante a entrevista, o médico agradeceu o convite do governador e disse que o combate à pandemia continuará sendo prioridade.

“O grande desafio continua sendo o combate à pandemia de Covid-19, conheci a equipe hoje e já estamos marcando reuniões para me inteirar de tudo, dos projetos e quais terão prioridade. Eu vou lutar todos os dias para tentar levar uma melhora na saúde do povo amazonense”, afirmou o novo secretário da SES-AM.

Nascido em Belo Horizonte, Minas Gerais, Anoar Samad vive em Manaus desde os 12 anos de idade. Formado pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam), fez residência em urologia e cursou especializações na área na Espanha, Bélgica e Estados Unidos.

O médico também já foi professor nos cursos de medicina da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e também atuou por 16 anos como especialista na Fundação Centro de Controle de Oncologia do Amazonas (FCecon), tendo exercido o cargo de diretor de ensino e pesquisa na fundação.

Em seu currículo, Anoar Samad tem a realização de cirurgias urológicas pioneiras no Amazonas. Foi ele o primeiro médico a realizar uma cirurgia de câncer de próstata e um procedimento de troca de bexiga no Estado, tonando-se referência no tratamento de câncer urológico.

Agora, ao iniciar um novo desafio profissional, dessa vez à frente de uma pasta importante como a da Saúde, o novo secretário reforçou que o seu principal objetivo é trabalhar para oferecer ainda mais qualidade de vida para a população do Estado usuária do Sistema Único de Saúde (SUS).

Leia Mais

Amazonas

Acusado de ser caloteiro, Secretário Emerson Quaresma, usa militância e sites fakes para atacar o Portal CM7

Publicado

em

Manaus (AM) –  Após  matéria  veiculada pelo Portal CM7 na tarde desta sexta-feira (25), falando que o Secretário Municipal de Comunicação, Emersom Quaresma, foi massacrado por comentários negativos nas redes sociais do prefeito David Almeida, alguns blogs, possivelmente aliados do secretário, começaram a se manifestar na manhã deste sábado (26).  Eles decidiram atacar a proprietária do Portal CM7, a empresária Cileide Moussallem, defendendo a postura totalmente duvidosa de Quaresma.

Dois blogs que surgiram do nada,  ‘Amazonia.com’ e ‘Portal do JJ’, afirmaram que a proprietária do portal estaria insatisfeita com o secretário e a acusam de extorsão, sem provas nenhuma.

 veja

 

Na matéria publicada pelo Portal CM7, internautas acusaram o próprio secretário e o publicitário Durango Duarte de não arcar com as suas promessas de pagamentos após a contratação da militância.  Os militantes chamam o secretário de caloteiro, mentiroso e enganador.

 Veja

Após ser acusado de veicular notícia falsa, o Portal CM7 convoca todos que foram enganados para provar que contra fatos, não há argumentos.

Leia Mais

Mais lidas